Irmãos Andy e Jamie Murray na Copa Davis em Ghent. Crédito: Paul Zimmer

Irmãos Andy e Jamie Murray venceram nas duplas na decisão da Copa Davis (Crédito: Paul Zimmer)

Guilherme Cardoso
28/11/2015
16:01
São Paulo (SP)

A Grã-Bretanha está perto de conquistar o seu décimo título da Copa Davis. Não apenas por abrir 2 a 1 na decisão diante da Bélgica, em Ghen (BEL), neste sábado. É que pela história da competição, quem vence o duelo de duplas dificilmente perde o título. E Andy Murray e Jamie Murray bateram David Goffin e Steve Darcis por 3 sets a 1.

Desde 1981, quando o atual formato da competição por equipes passou a ser adotado (com um Grupo Mundial formado por 16 times), foram 34 decisões. Somente em quatro oportunidades quem perdeu o duelo de duplas conseguiu ficar com a taça. Ou seja, os belgas vão precisar suar muito para alcançar essa conquista inédita.

Enquanto a Espanha quebrou esse tabu duas vezes para ficar com a taça (2004 e 2011), a França acabou derrotada em outras duas oportunidades, em 2002 e 2010 (confira os detalhes abaixo).

Se não bastasse, o britânico Andy Murray segue invicto na Davis nesta temporada. Ele venceu as dez partidas em que esteve em quadra, sendo sete em simples e três nas duplas. Neste domingo, aliás, ele pode dar o ponto do título para a Grã-Bretanha já que faz o duelo de abertura do último dia de disputa, contra David Goffin.

DEU ZEBRA:
Em 34 decisões até agora, desde 1981 (quando o formato atual da Davis foi implementado), apenas quatro vezes quem perdeu o duelo de duplas foi campeão. Confira:

- 2002 - França 2x3 Rússia
Os franceses abriram 2 a 1 na decisão com o triunfo de Nicolas Escude/Fabrice Santoro diante de Yevgeny Kafelnikov/Marat Safin. No entanto, no último dia de disputa, os russos venceram os dois duelos.

- 2004 - Espanha 3x2 Estados Unidos
Jogando em casa, os espanhóis abriram 2 a 0 na final, mas perderam nas duplas - os irmãos Bob e Mike Bryan bateram Juan Carlos Ferrero e Tommy Robredo. Já no dia decisivo, a Espanha voltou a dominar e levar a taça.

- 2010 - Sérvia 3x2 França
Com o duelo empatado em 1 a 1, o duelo de duplas colocou os franceses na frente no marcador, quando Arnaud Clemant/Michael Llodra derrotou Viktor Troicki/Nenad Zimonjic. Mas, em casa, a Sérvia liderada por Novak Djokovic virou a disputa e foi campeã.

- 2011 - Espanha 3x1 Argentina
Com 2 a 0 na decisão, os espanhóis sofreram a única derrota na final nas duplas com o triunfo de David Nalbandian e Eduardo Schwank diante de Feliciano López e Fernando Verdasco. Desespero? Que nada. No dia seguinte, Rafael Nadal deu o título aos donos da casa.