Vitória do brasileiro Thiago Monteiro no Aberto do Rio

Thiago Monteiro, após vencer Tsonga, no Aberto do Rio (Foto: Luiz Pires/FOTOJUMP)

TÊNIS NEWS
25/02/2016
21:30
SÃO PAULO

O brasileiro Thiago Monteiro conseguiu mais uma vitória em ATPs. Desta vez, o jovem, 278º da ATP e não mais uma surpresa, bateu, de virada, o espanhol Daniel Munoz de la Nava, 72º do ranking, por 4/6, 6/3 e 6/2, em 1h48, e está nas quartas de final.

Thiago teve dificuldades no início do jogo. Daniel de la Nava explorava bastante seu backhand, obtendo sucesso na estratégia. Depois de quebrar o 72º da lista masculina, no segundo set, porém, Thiago embalou e só parou quando disparou seu último ace, no ponto derradeiro da partida

No primeiro set, os dois tenistas comandavam as ações em seus respectivos saques, passando longe de qualquer risco de quebra.

No sétimo game, com 3/3 no placar, Thiago errou demais e, depois de enfrentar 0/30 e 15/40, errou mais uma bola, desta vez na rede, e sofreu a quebra, logo na primeira chance do jogo.

Depois disso, de la Nava venceu seu game de 0. Com 3/5 no placar, Thiago cedeu 0/40, mas, valente, jogou com muita personalidade, dominou com a direita e voltou no game, eventualmente vencendo-o.

A moral conseguida pela volta no game anterior não foi suficiente, entretanto; Nava já identificara, desde o início, uma vulnerabilidade no backhand de Thiago e a explorou muito, durante todo o set. O espanhol sacou bem mais uma vez e fechou em 6/4, após pouco mais de meia hora.

Na segunda parcial, os dois tenistas confirmaram com tranquilidade seus saques, até o quarto game. Nesse ponto do set, de la Nava cometeu alguns erros, cedeu 15/40 e Thiago não desperdiçou sua primeira chance no jogo: em um longo rali, ficou no ponto, pôs várias bolas para o outro lado, sustentando-se no ponto, enquanto era atacado, e foi premiado com um erro de forehand do adversário. Pela primeira vez no jogo, o cearense liderava.

No game seguinte, ele enfrentou 0-30 e depois duas igualdades, mas lutou e manteve o saque. No sétimo game, sacando em 4/2, pior: cometeu uma dupla falta, viu o espanhol devolveu muito bem seu saque e viu-se frente a um 30-40. Mas o jovem, de 21 anos, é muito forte, e ele executou ótimos saques para sair do buraco e fazer 5/2. Depois, sacando em 5/3, teve mais duas chances de quebra contra si, mas, novamente, sacou demais, e, em belíssimo voleio curto, fechou em 6/3, levando para o terceiro set.

Nele, Thiago quebrou Muñoz logo no primeiro game, forçando o erro do espanhol. Depois disso, ele teve dificuldades no sexto game, quando salvou, com dois aces, duas chances de quebra, para, depois, confirmar o saque.

No game seguinte, então, de la Nava estava claramente sentindo a pressão. Ele errou várias bolas, cedeu o 30-40 e, nesse ponto, cometeu uma dupla falta. Thiago tinha 5/2 e sacaria para o jogo.

Com muita personalidade, Thiago comandou o game, mexendo o espanhol e conseguindo 40/0. Conseguindo seu segundo ace no game, Monteiro fechou a partida e carimbou o passaporte para as quartas de final, quando reeditará o confronto de oitavas que teve contra o uruguaio Pablo Cuevas, na semana passada, no Rio Open, em que perdeu por 7/6(5) e 6/4.
Cuevas, é sempre bom lembrar, ascendeu, após o título Rio Open, no último domingo, dezoito posições no ranking desta semana, em comparação com a anterior, pulando do 45º para o 27º posto, chegando perto de seu melhor ranking da carreira, a 21ª posição, alcançada em março de 2015. O uruguaio também é o atual campeão do Brasil Open, e tentará superar Thiago, a fim de defender sua coroa.