Stan Wawrinka na IPTL

Stan Wawrinka

TÊNIS NEWS
27/02/2016
17:50
DUBAI (UAE)

Stan Wawinka venceu seu 13º título da carreira na tarde deste sábado, após derrotar, pela sexta vez seguida, o cipriota Marcos Baghdatis. Com isso, ele estendeu sua sequência de vitórias em finais para nove. Ele tem 13 vitórias e 9 derrotas em decisões.

O suíço, que sofreu a última derrota em uma final há quase três anos, no ATP 250 de s’Hertogenbosch de 2013, comentou o caneco levantado hoje, o segundo da temporada, já que ele venceu o ATP de Chennai, na Índia, em janeiro. “É um ótimo final para esta semana. Foi difícil no inicio [da semana], mas sempre tentei lutar e melhorar no dia a dia, mesmo que não estivesse jogando bem, no começo”.

“Estou muito feliz por ganhar mais um troféu. É um sentimento sensacional, especialmente hoje, quando eu joguei um tênis realmente bom. Foi uma final muito dura contra Marcos, sempre fazemos jogos bem disputados”.

Ele explicou as condições da quadra nos Emirados Árabes e como tentou ser eficiente, mesmo sobre ‘condições difíceis’. “Acho que, em geral, joguei num bom nível. As condições estão difíceis aqui [em Dubai], [a quadra] está rápida, a bola está voando. Até 6/6 no tiebreak, sempre tive um minibreak à frente. Acho que fiz duas duplas faltas e cometi três erros. Então, virou um jogo de nervos. Você sabe, 6/6, 7/7, 10/10. Você tenta ficar no ponto, tenta jogar simples, mas agressivo. Foi bom finalizar [o jogo] em dois sets”.

Baghdatis, por sua vez, falou ao site da ATP que comandou o jogo até o meio do primeiro set, mas que, depois, a maior experiência de Stan em grandes jogos pesou. “Acho que estava no controle da partida até 3/2 [no primeiro set]. Depois, fui quebrado duas vezes. No segundo set, joguei muito melhor, tive mais controle de mim mesmo, achei um jeito de levar [o set] ao tiebreak. Nele, acho que tive pouca sorte. No entanto, mais partidas assim durante o ano me fariam estar ‘lá’ e acreditar, desde o início, que posso vencer, não esperar três ou quatro games para começar a crêr [na vitória]. Então, acho que essa foi a diferença hoje. Percebi uma maior experiência de Stan, jogando neste nível, nestes torneios grandes”, avaliou o vice campeão.