Bruno Soares

Bruno Soares acredita que piso rápido da Olimpíada favorece ao seu jogo (Foto: Bernardo Cruz)

Tênis News
15/01/2016
03:11
Sydney (Austrália)

Em rodada dupla, melhor para a parceria do mineiro Bruno Soares e do britânico Jamie Murray pela chave do ATP de Sydney, na Austrália. A parceria venceu os poloneses Lukasz Kubot e Marcin Matkowski e se garantiu na final da competição, a primeira juntos.

Soares/Murray precisou de 1h23 para fechar a partida contra os poloneses em 7/5 2/6 10/3 tendo convertido dois aces contra nenhum dos rivais, que cometeram oito duplas-faltas contra uma da dupla do mineiro, que venceu 74% dos pontos jogados em seu primeiro serviço contra 78% de aproveitamento de Kubot/Matkowski.

Uma hora após vencer o confronto contra os locais Matt Reid e Jordan Thompson em um duplo 6/4, Soares e Murray iniciaram a partida em desvantagem sendo quebrados já no primeiro game e vendo os poloneses abrirem 2/0 no placar. Daí Bruno e Jamie reagiram, devolveram a quebra, igualaram o placar e viram a partida ficar ainda mais acirrada. A quebra de saque foi oportunidade, no décimo segundo game, onde Soares/Murray fechou o primeiro set.

Na segunda etapa, controle dos poloneses, que conquistaram duas quebras de saque sequenciais e administraram a vantagem.

No match-tiebreak o domínio foi da parceria do brasileiro, que abriu mini-quebras e sacando firme com primeiro serviço controlou a disputa.

Formada para disputar a temporada 2016, a dupla de Bruno Soares e Jamie Murray chega a sua primeira final já no segundo torneio disputado juntos. Na grande final, eles enfrentam os quartos cabeças de chave, algozes de Thomaz Bellucci na semifinal, na parceria formada pelo indiano Rohan Bopanna e o romeno Florin Mergea.