Bruno Soares

(Foto: Divulgação)

TÊNIS NEWS
08/09/2016
19:02
Nova York (EUA)

Campeão do Australian Open, Bruno Soares e o parceiro Jamie Murray se classificaram no fim da tarde desta quinta-feira para a decisão de duplas do masculino do US Open, quarto e último Grand Slam do ano, disputado em Nova York.

A dupla do brasileiro terceira melhor do ano superou os melhores da temporada, campeões do ano passado e de Wimbledon este ano por 2 sets a 1 com parciais de 7/5 4/6 6/3 diante dos franceses Pierre Herbert e Nicolas Mahut.

Esta será a terceira final de duplas masculino de Bruno e segunda nos Estados Unidos onde perdeu em 2013 ao lado do austríaco Alexander Peya. Seu parceiro Jamie foi vice do US Open ano passado exatamente contra os mesmos rivais. Jamie, vice também em Wimbledon 2015, joga sua quarta final de Major.

Bruno vai tentar no total seu 5º Slam uma vez que ganhou três Majors nas duplas mistas, dois no US Open em 2012 e 2014 e um na Austrália este ano.

Eles enfrentam na final uma dupla espanhola, Marc Lopez e Feliciano Lopez, campeões de Roland Garros, e Pablo Carreno/Guillermo Garcia Lopez.

O jogo
A dupla francesa mostrou desde o primeiro que tinha muita presença e velocidade em quadra, além de ambos estarem em um ótimo momento como sacadores. Do outro lado da rede, Jamie Murray e Bruno Soares também imprimiam um ritmo forte de jogo que fez frente total aos franceses e surtiu efeito no quinto game do set, quando o brasileiro encaixou duas devoluções muito boas que renderam dois break-points, ambos salvos por dois erros não-forçados e dois ótimos saques de Herbert. No intervalo do sétimo pro oitavo game Herbert pediu atendimento para um incômodo na parte anterior do joelho, mas em momento algum demonstrou uma queda em seu rendimento. A parcial seguiu nivelada até o 11º game, quando Soares e Murray conseguiram neutralizar os fortes saques de Mahut e converteram a quebra, confirmando em seguida e fechando o primeiro set em 7/5.
O segundo set começou com muito mais intensidade que o primeiro, de ambas as duplas. Já no terceiro game Soares e Murray precisaram sair de 15/30 para manter seu serviço, e em seguida empurraram o game de saque dos franceses de 40/0 para 40/40 iguais, mas sem sucesso em converter a quebra. No oitavo game veio o grande susto, o brasileiro e o britânico precisaram salvar 3 break-points em um game extremamente delicado. Infelizmente o cenário não se repetiu no décimo game, quando os franceses tiveram novamente 3 break-points e acabaram convertendo a quebra em uma dupla falta do britânico, vencendo a parcial por 6/4.

No terceiro set a quebra veio no quinto game, a dupla do brasileiro manteve a ponta e no quarto match-point, com Jamie cruzando firme na rede, fechou por 6/3.