Maria Sharapova

Divulgação

TÊNIS NEWS
11/01/2018
08:36
Melbourne, Austrália

Dois anos após ser flagrada no anti-doping justo no Australian Open e suspensa por 15 meses, Maria Sharapova foi convidada no lugar na ausente Serena Williams para participar do sorteio do primeiro Grand Slam do ano, mas não levou muita sorte.

A russa caiu em um quadrante bem difícil do sorteio e terá que jogar seu melhor tênis para chegar às rodadas finais.

A ex-número 1 do mundo estreia diante da alemã Tatjana Maria, 46ª colocada, em duelo inédito no circuito. Na segunda rodada pega a letã Anastasija Sevastova, que já a derrotou no circuito, ou a americana Varvara Lepchenko, na terceira teria a campeã de 2016 e ex-número 1, a alemã Angelique Kerber, e nas oitavas potencial duelo contra a terceira do mundo, a espanhola Garbiñe Muguruza que estreia contra a convidada francesa Jessika Ponchet, pode ter ainda a polonesa Agnieszka Radwanska que cruzaria com Muguruza numa eventual terceira rodada. Para as quartas duelo contra a francesa Caroline Garcia.

A favorita, a romena Simona Halep, ainda perseguindo o primeiro Slam, mas líder do ranking, estreia contra a australiana Destanee Aiava, convidada, tem a descadente, mas ex-top 5 Eugenie Bouchard na segunda fase, a tcheca Petra Kvitova na terceira rodada, Elena Vesnina nas oitavas, Karolina Pliskova ou Johanna Konta nas quartas.

Do outro lado da chave, Caroline Wozniacki, vice-líder e tabém buscando o primeiro Major, pega a romena Mihaela Burzanescu na primeira fase tem duelos contra a holandesa Kiki Bertens na terceira e quartas contra a leta Jelena Ostapeno que começou mal o ano só com derrotas ou a semifinalista do ano passado, a americana Coco Vanderweghe ou então a eslovaca Dominika Cibulkova . Na semi ela encararia Venus Williams que tem duríssima estreia contra a suíça Belinda Bencic, a campeã do US Open, Sloane Stephens, ou a ucraniana Elina Svitolina.