Maria Sharapova

Maria Sharapova no Australian Open

TÊNIS NEWS
26/01/2016
03:30
Melbourne (Austrália)

Pela 18ª vez seguida, Maria Sharapova, quinta do ranking da WTA, escutou do árbitro de cadeira o famoso Game, Set and Match Serena Williams. A derrota desta terça veio nas quartas de final do Australian Open por 6/4 6/1 após 1h32min.

A russa lamentou a derrota, mas deu créditos à número 1 do ranking: "Ela foi explosiva, pensou às vezes, mas, você sabe, quando eu entrava nos rallies não estava indo pra frente, não estava cortando os ângulos o suficiente. Ela voltava nos pontos e foi muito explosiva na devolução", disse a tenista que lamentou não ter confirmado o game do 4/5 quando sacava e salvou três set-points: "Acho que se ficasse 5/5 talvez mentalmente a confiança teria mudado um pouco, mas ela retornou bem no iguais , me deixava pra trás."

Na rodada anterior a musa aplicou 21 aces contra a suíça Belinda Bencic, mas hoje não chegou nem perto deste número. Ela explicou: "Se você saca a 180km/h contra alguém mais sem ser a Serena, é um ace. Contra Serena, como todos sabemos,sua devolução é uma de suas melhores forças. Ela é muito explosiva, fica perto da linha de bate, corta o tempo da bola, não te dá ângulos. É por isso que não consigo pegar muitos pontos de graça com ela".

Sobre perder mais uma vez para a tenista que só ganhou duas vezes, a última em 2004, ela descreveu: "É frustrante obviamente e também motivador. É duro sentar aqui 30 minutos depois da partida, mas esse é meu trabalho. É motivante porque ela está em outro nível. Faz você voltar ao quadro negro, não só pra mim, mas pras outras jogadoras . Ela te faz trabalhar, é inspirador".
A tenista ainda segue confiante que vai acabar com o jejum e não tem exatamente uma receita: "Criando oportunidades, chegando no ponto de ter que enfrentá-la e achando a maneira de virar. Se não tiver essa chance, não terei a oportunidade de tentar algo diferente".

A tenista afirmou que irá cuidar de um problema em seu antebraço e não deve jogar nada antes de Indian Wells. Para a Fed Cup ela só deve fazer parte do time em Moscou: "Vou cuidar de meu antebraço, é muito importante, vou pra Moscou, ser parte do time, mas acho que não jogarei. Não tenho certeza. Será um tempo de me preparar para um longo ano. Não me vejo jogando antes de Indian Wells."