Nina Djordjevic e Natascia Sciolti

Divulgação

TÊNIS NEWS
30/04/2018
20:57
Niterói (RJ)

As estrangeiras dominaram a chave feminina Profissional e dupla catarinense ficou com o troféu do masculino da 2ª Copa Rio de Beach Tennis disputada na orla de Piratininga, em Niterói (RJ), torneio com R$ 60 mil em premiação, R$ 30 mil para os profissionais, que contou com a parceria da Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura do Município de Niterói.

As campeãs foram a dupla da sérvia Nina Djordjevic e da italiana Natascia Sciolti que derrotaram na final a dupla da chilena Maria Orellana e da jogadora de Aruba, Anne Hoogedam por 1/6 6/4 10/1.

É a primeira vez de Djordjevic na cidade de Niterói e também no estado do Rio de Janeiro. Ela só havia estado em Fortaleza com o namorado, o jogador alemão Manuel Ringlstetter, 38º do mundo: "Foi um dia cansativo com vários jogos, mas estamos acostumadas, bom que você vem joga e termina e sair com o título é muito bom, estou muito contente", disse a sérvia que venceu quatro partidas na maratona desta segunda-feira, derrotando a dupla favorita na semifinal, as argentinas Jessica Orselli e Allin Wirth por 7/6 6/4.

Seu namorado foi o responsável por seu começo no Beach Tennis. Djordjevic conta que era muito amiga de Ana Ivanovic quando pequena, hoje com um contato menor, as duas ainda se falam e as famílias se dão muito bem. Ivanovic foi número 1 do tênis em 2008 e campeã de Roland Garros além de musa no esporte.

"Deixei a Sérvia para ir para a Universidade americana e lá machuquei meu joelho e tive vários problemas com o tênis, passei a não gostar mais e com os problemas no joelho parei e meu namorado me levou para jogar o Beach Tennis, eu relutei no início, mais um esporte de raquete, mas daí joguei um, dois torneios e não parei mais", apontou.

"Eu tenho que dizer que Novak Djokovic e Ivanovic são meus ídolos e referências, eu cresci os acompanhando e joguei no mesmo clube que Ivanovic. Fmos muito amigas quando criança. Hoje nos falamos de vez em quado, nem tanto como no passado, mas nossas famílias se relacionam são muito amigas e pelo mundo ela hestá tendo a vida dela. Tenho fotos lá na Sérvia junto dela quando tínhamos 12, 13 anos".







Catarinenses de Brusque e Joinville levam o troféu no masculino derrubando dupla com top 40 mundial. André Baran jogou ao lado de Guga Kuerten na despedida do ídolo em 2008 - Entre os homens a dupla dos catarinenses André Baran e Daniel Canellas levaram o troféu marcando um duplo 6/2 sobre o brasileiro Fausto Moreira e o alemão Ringlstetter.

Baran foi testa profissional, mas também por conta de lesões e dificuldades financeiras teve que abandonar a carreira e foi apresentado ao Beach Tennis há dois anos. Ele esteve na despedida de Gustavo Kuerten no Brasil Open em 2008, na Costa do Sauípe (BA), jogando duplas ao lado do tricampeão de Roland Garros, na época treinava na academia de Larri Passos e até hoje se espelha em Kuerten até mesmo para o Beach Tennis.

"Tive a honra de jogar com o Guga na despedida dele, foi um dia muito especial. Sempre foi uma referência, sou fã número 1 dele, sempre quis ser igual a ele, ele sempre me alimentou para chegar onde queria, desde os 14 anos no Larri Passos pude treinar com ele, convivi com ele, indo na casa dele, aprendendo vendo o que ele fazia não só no tênis como na vida. É um amigo meu e espelho para todos. Com certeza ele me dá dicas que servem para o Beach Tennis, nos grandes momentos ele sempre crescia, ganhador, um cara de muito coração e uso isso como uma lição", disse Baran que comemorou a conquista.

"Muito legal poder ganhar esse torneio, lugar maravilhoso, muito bonito, muito legal estrutura. Na final vimos que o Fausto estava muito cansado depois de três jogos muito duros e conseguimos forçar nele e imprimir nosso ritmo", disse o catarinense de Brusque, Baran, que com Canellas levantou o troféu em torneio em Bombinhas (SC) há poucas semanas: "Engatamos a dupla em outubro passado e nosso objetivo é ter uma dupla firme no cenário internacional e estamos aprendendo a cada e evoluindo. Beach Tennis me despertou uma adrenalina muito forte que tinha no tênis, só o esporte tem, eu trabalhava em outro segmento e agora vamos jogar com mais frequência fora do Brasil, na Itália para seguir melhorando o ranking", apontou Baran que tem uma escolinha do esporte em sua cidade onde tira o sustento para a vida e para viajar jogando Beach Tennis profssionalmente.

Daniel Canellas, natural de Joinville (SC) e que hoje mora em Balneário Piçarras, celebrou: "Emoção é grande, nos preparamos para este torneio, nosso foco era ganhar aqui um torneio grande do esporte. Hoje depois de cinco jogos, desgaste físico, conseguimos aguentar bem e vencer. Conheci o Beach Tennis nos Estados Unidos quando morei lá e estou numa evolução com meu parceiro e agora a tendência é irmos só pra cima".

A 2ª Copa Rio Beach Tennis contou com 350 atletas de 16 estados e oito países participaram da chave profissional. Além do Brasil, jogadores de Aruba, Argentina, Chile, Venezuela, Alemanha, Sérvia e Itália disputaram a competição. No profissional cada dupla campeã faturou R$ 7,5 mil, os vice-campeões R$ 3 mil e cada parceria semifinalista ganhou R$ 2.250.

O final de semana teve ainda a Green Night - Corrida Noturna para mais de 1 mil pessoas e show de Toni Garrido agitando a orla de Piratininga além de festival de cervejas artesanais de food trucks.

"Foi um final de semana e uma segunda-feira de grandes eventos tanto no Beach Tennis quanto na Corrida e no show com grande participação dos atletas e do público e não poderíamos realizá-lo sem o apoio de nossos patrocinadores em especial a Prefeitura de Niterói através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer", disse Tiago Martins, organizador dos eventos.

"Nós da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer estamos muito felizes, esse evento movimentou bastante a orla de Piratininga e são essas iniciativas esportivas que fazem bem para a cidade e elas que estaremos apoiando com frequência", declarou Luiz Carlos Gallo de Freitas, Secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Niterói, que compareceu ao dia decisivo do torneio.