Serena Williams continua mostrando a raça habitual durante os jogos

Serena Williams (Foto: ROBERTO SCHMIDT / AFP)

TÊNIS NEWS
22/09/2016
19:50
MILÃO (ITA)

Serena Williams conquistou “apenas” um título de Grand Slam em 2016 e, na reta final da temporada, perdeu o posto de líder do ranking para Angelique Kerber, após 186 semanas no topo.

Em entrevista para a rede americana CNN, a dona de 22 Grand Slams reclamou do fato de ter atuado lesionada em vários momentos deste ano. O ombro e o joelho esquerdo têm incomodado bastante, e a mais nova das Williams já cogita fazer como na temporada passada: finalizar o ano após o US Open, apesar de estar inscrita em três torneios, ainda – Wuhan e Pequim, na China, e o Masters de Cingapura.

“Estou cansada de jogar torneios lesionada e perder partidas que normalmente não perderia. Realmente quero assegurar que estou recuperada ou, ao menos, estar a 70 ou 80% (de sua capacidade física), para que, assim, possa jogar num nível mais alto”.

Seu próprio técnico, Patrick Mouratoglou, classificou seu ano como ruim. “Temos que ser honestos: tem sido um ano ruim. Estando lesionada, (Serena) não pôde jogar muito. Disputou somente oito torneios, o que não é muita coisa”, admitiu.

“Para Serena, qualquer resultado que não seja o título é um mau resultado. Uma final de Grand Slam (perdida) é um mau resultado para ela. Não podemos estar satisfeitos com um título de major e duas finais de Slam perdidas”, declarou, duramente, o francês, que finaliza já abordando 2017.

“Tem sido uma temporada ruim e há muitas explicações para isso, mas devemos aprender e melhorar para o próximo ano. Esse é o verdadeiro objetivo”.