Serena Williams

Serena Williams em Indian Wells; Crédito: BNP Paribas Open

TÊNIS NEWS
20/03/2016
19:59
Indian Wells (EUA)

Após a derrota na final do WTA Premiere de Indian Wells, na Califórnia, para Victoria Azarenka por um duplo 6/4 neste domingo, Serena Williams comentou mais sobre as polêmicas palavras de Raymond Moore, diretor do torneio, do que sobre o jogo.

Moore afirmou cedo no café da manhã com a mídia que as jogadoras da WTA deveriam "agradecer de joelhos por Roger Federer e Rafael Nadal terem nascido" e que a WTA "ficava na aba" do tênis masculino.

Serena se mostrou furiosa: "Não acredito que nenhuma mulher tenha que se ajoelhar de joelhos agradecendo ninguém. Não é um comentário preciso. Há muitas mulheres que são empolgantes de se assistir. Foram comentários muito errados e imprecisos", disse a dona de 21 Grand Slams que foi perguntada se as pessoas estariam interpretando o diretor do torneio de forma errada e ela não concordou: "Se você ler a transcrição só verá uma interpretação clara. Falo muito bem inglês e tenho certeza que ele também. Ficar de joelhos, é ofensivo o bastante. Nós mulheres percorremos um longo caminho, não temos que nos ajoelhar em nenhum momento"

Serena ainda fez comparações com o tênis masculino mostrando o sexismo que ainda há: "Ainda ficamos surpresa. Ano passado a final feminina foi lotada no US Open antes da masculina. Desculpe, mas Roger (Federer) ou Rafa (Nadal) jogaram esta final para ficar lotada antes da masculina ?"

"Na ordem para ter esse comentário é preciso ter história e fatos e saber das coisas. Saber de tudo. Você olha pra Billie Jean King que abriu tantas portas não só pras tenistas como pro esporte feminino em geral. Então isso é um desserviço a ela e todas as mulheres , todas as mulheres do planeta que tentaram ficar de pé pelo que acreditavam e são orgulhosas de serem mulheres".