icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
29/08/2015
20:28

A hexacampeã do US Open, Serena Williams, atendeu à imprensa hoje em Nova York para a última sessão de coletivas antes do inicio da disputa do torneio. Realista, a norte-americana apontou a diferença de gerações para não se colocar entre as maiores da história.

Questionada se já era das maiores da história, Serena foi direta: "Não. Não posso sentar aqui e dizer isto. Mas eu posso dizer que sou uma jogadora melhor do que já estive pronta a ser".

"Eu leio e vejo os números. Eu acredito naqueles números. Acredito que são diferentes gerações e tempos diferentes de diferentes campeões, com diferentes recordes, diferentes níveis de jogadores. É realmente muito difícil comparar uma geração a outra, principalmente as mais antigas. As coisas mudaram: força, técnica, tecnologia. Muitas coisas contribuem com isso", disse a líder do ranking da WTA dona de 21 títulos do Grand Slam em simples.

A hexacampeã do US Open, Serena Williams, atendeu à imprensa hoje em Nova York para a última sessão de coletivas antes do inicio da disputa do torneio. Realista, a norte-americana apontou a diferença de gerações para não se colocar entre as maiores da história.

Questionada se já era das maiores da história, Serena foi direta: "Não. Não posso sentar aqui e dizer isto. Mas eu posso dizer que sou uma jogadora melhor do que já estive pronta a ser".

"Eu leio e vejo os números. Eu acredito naqueles números. Acredito que são diferentes gerações e tempos diferentes de diferentes campeões, com diferentes recordes, diferentes níveis de jogadores. É realmente muito difícil comparar uma geração a outra, principalmente as mais antigas. As coisas mudaram: força, técnica, tecnologia. Muitas coisas contribuem com isso", disse a líder do ranking da WTA dona de 21 títulos do Grand Slam em simples.