Serena Williams

Serena Williams. Crédito: Tennis Australia

TÊNIS NEWS
28/01/2016
02:08
Melbourne (Austrália)

Um verdadeiro massacre presenciado pelo público na quadra Rod Laver, a principal do Australian Open, nesta quinta-feira. A americana não tomou conhecimento da número quatro do mundo e carimbou passaporte rumo à final em Melbourne.

Serena necessitou de apenas 1h04min para marcar 6/0 6/4 diante da polonesa Agnieszka Radwanska em jogo realizado com o teto fechado por conta da chuva em Melbourne Park.

Ela vai jogar sua sétima final de Australian Open, a 26ª em Slams, tentará o sétimo caneco (foi vencedora em 2015, 2010, 2009 2007, 2005 e 2003) o que seria o 22º Grand Slam igualando a segunda maior marca da história, da alemã Steffi Graf. A maior campeã é a australiana Margareth Court que dá nome à segunda principal quadra do complexo.

A tenista tentará também seu 70º troféu na carreira e para tal enfrentará a vencedora de uma novata em finais de Major, a alemã Angelique Kerber, sexta, e a britânica Johanna Konta, 47ª.

A primeira etapa foi um atropelamento. Em apenas 21 minutos com 18 bolas vencedoras e quatro erros e apenas uma bola vencedora da rival, marcou 6/0 com três quebras em um pneu.

O segundo set parecia andar pelo mesmo caminho ao Serena abrir 2/0 e ver a rival custar para confirmar seu game. Com alguns erros bobos, Serena perdeu o saque, deixou Agnieszka virar para 4/3, mas foi pra cima quebrando no nono game e finalizando com game perfeito de três aces e swing-volley perfeito na cruzada: 6/4.

Foram 42 bolas vencedoras e 17 erros no jogo. Radwanska fez apenas quatro e errou sete. Um massacre.