Francesca Schiavone

Francesca Schiavone (Crédito: Fotojump)

TÊNIS NEWS
21/02/2016
21:59
RIO DE JANEIRO

Francesca Schiavone fez valer sua experiência e derrotou, neste domingo, a norte-americana Shelby Rogers, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 2/6 6/2 6/2, para conquistar o título do Rio Open. Com o título no Brasil, o primeiro da italiana depois de quase três anos.

No discurso após o título, a simpática jogadora fez questão de falar em português para agradecer o apoio do público e reforçar seu amor pelo Brasil. "Fiz essas anotações em português, independentemente do resultado da final. Quero dividir essa alegria com vocês. Para mim é um dia de festa, de grande emoção. O Brasil é um país maravilhoso, o sorriso de vocês preencheram meus dias aqui. Obrigada e sorte nas Olimpíadas", disse a ex-número 4 do mundo, bem emocionada com a conquista.

O último título de Schiavone, atual 132º, tinha sido conquistado em abril de 2013, em Marrakesh. A conquista no Rio foi a sétima da jogadora de 35 anos. Já Rogers, tenista de 23 anos e atual 131º do mundo, tem agora dois vices na carreira - o outro foi em Bad Gastein-2014.

"É um dos dias mais felizes da minha vida, foi uma semana completa, com momentos difíceis. Tive match point contra, fiz uma boa semifinal, saí perdendo no primeiro set na final, e veio o título. Fiquei muito tempo sem ganhar nada, agora me sinto livre, tirei um peso, só quero aproveitar o momento", disse a jogadora, que já tinha jogado no Rio Open, em 2014, quando foi eliminada na primeira rodada.

Veterana nas quadras, a italiana não pensa ainda em parar. "Quando Pennetta (italiana Flavia Pennetta, campeã do US Open em 2015) ganhou, me motivou a continuar, tenho paixão para seguir jogando. A palavra despedida não me interessa. Quero usar essa conquista para seguir adiante e conquistar outras coisas. Vou encerrar minha carreira quando achar que tenho que encerrar, não importa se perdendo na primeira rodada, se conquistando um título", disse a italiana, que recebeu como premiação R$ 172.645,00.

Schiavone nunca havia enfrentado a jovem Rogers no circuito. A norte-americana começou a partida melhor e venceu o primeiro set. No segundo, foi a vez de a italiana comandar, sempre lutando em cada ponto e aproveitando alguns erros bobos de Rogers. O terceiro set foi mais equilibrado, com Schiavone usando sua experiência, variando o jogo, e Rogers buscando winners. A italiana quebrou o saque de Rogers e abriu 4 a 2. Se manteve no comando do jogo e, na segunda chance que teve, quebrou o saque de novo de Rogers para levantar o troféu.

"Francesca jogou muito hoje, desejo sucesso no restante da temporada. Ela é uma lutadora, uma lenda. Tive uma semana ótima aqui no Rio, e espero voltar no próximo ano", disse Rogers.