Tênis News
20/05/2016
09:33
Paris (França)

Após oficializar a concessão de convite para a disputa da chave principal de Roland Garros ao joga francês Constant Lestienne, a direção do torneio retirou o convite por exigência da Unidade de Integridade do Tênis, que investiga o tenista.

O jovem francês, que aos 23 anos ocupa o posto de 206º do mundo, conquistou há duas semanas o título do Challenger de Ostrava na República Tcheca.

Lestienne foi anunciado pela equipe de comunicação de Roland Garros por suas"recentes conquistas" na última terça-feira e na quinta o convite foi retirado, também por meio de comunicado a imprensa, a motivação, justificou-se a Federação Francesa de Tênis, organizadora do Slam parisiense, foi a "política de tolerância zero" com irregularidades no esporte.

O diretor geral de Roland Garros, o ex-top 4 Guy Forget, falou à imprensa sobre a decisão de retirar o convite ao jogador: "é como explicou o comunicado, estamos motivados pela política de tolerância zero. Até que a TIU explique o que se passou de verdade, se realmente aconteceu algo do que suspeitavam, se a coisa foi concretizada no bolso do atleta, se foi além do suposto problema, é natural, que nós, a federação, estejamos observando".

Forget ainda classificou como "um dia triste" o episódio da retirada do convite ao jovem local comparando aos "fãs do futebol que veem sua equipe perder em casa e ser eliminada".

Na visão do ex-tenista dono de 11 títulos profissionais, entre eles os Masters de Paris e Cincinnati em 1991, a situação é "lamentável" para Lestienne e sua carreira.

A organização decidiu que ao invés de conceder um convite a vaga de Lestienne na chave principal de Roland Garros será preenchida por um lucky-loser.