TÊNIS NEWS
19/10/2016
17:05
SALVADOR (BA)

Semifinalista na semana passada em Florianópolis (SC) e quinto melhor do Brasil, o pernambucano João Lucas Reis, 171º colocado do ranking, emplacou uma boa exibição debaixo do forte sol de Salvador nesta quarta-feira para assegurar vaga nas quartas de final da categoria principal da 32ª edição do Bahia Juniors Cup no Clube Bahiano de Tênis.

O torneio é o maior de tênis Infanto-juvenil do Nordeste e maior do país no segundo semestre. A competição é a terceira maior do Brasil na temporada, conta com pontuação Grau 3 para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis e tem entrada gratuita ao público.

João Reis, terceiro favorito ao título, marcou 6/0 6/4 sobre o carioca Christian Oliveira, de 16 anos e campeão Brasileiro da categoria no ano passado: "Entrei numa intensidade um pouco acima da dele e estava cometendo poucos erros. Ele veio com intensidade um pouco abaixo, percebi isso e fui para cima. O segundo set ficou parelho, os dois confirmando, salvei chances de quebra que foram importantes pro mental e consegui crescer no final a partir do 4/4", apontou o nordestino que treina em São Paulo.

Reis enfrenta pela primeira vez Mateus Alves, sexto favorito e pupilo do técnico Thiago Alves. Alves marcou um duplo 6/3 diante do brasileiro Bruno Pessoa: " Ele é um bom sacador, tem bons golpes, direita e esquerda, vai ser um jogo de alto nível tem tudo pra ser," seguiu João Lucas.

Mateus, de 15 anos e que em agosto esteve em Cincinnati, nos Estados Unidos, treinando com nomes como Andy Murray, Rafael Nadal, entre outros destacou a variação de serviço para o triunfo: "Foi um início difícil, ele devolveu muito bem, incomodou bastante meu saque. A partir do 2/2 do primeiro set consegui variar mais o serviço e passei a devolver bem ali e no decorrer da partida. No fim tive um 0/40 que salvei que foi fundamental, a cabeça ali foi fundamental. Foi uma partida melhor que a estreia e terei um jogo bem duro pela frente, nunca enfrentei o João, mas treinei bastante com ele. Quero manter minha intensidade e meu bom nível de hoje para buscar essa vitória".

Mateus é treinado por Thiago Alves, que enfrentou Roger Federer em plena quadra central do US Open em 2008, em Nova York. Thiago tem história na Bahia obtendo sua maior vitória na Costa do Sauípe (BA) em 2007 sobre Carlos Moya, ex-número 1 do mundo. Em Salvador, em 2010, fez final do Aberto da Bahia. Ele foi top 100 e um dos maiores nomes do tênis nacional.

Principal favorito e 110º do ranking, o argentino Sebastian Baez suou contra o qualifier brasileiro Marcello Moreira para marcar 4/6 6/3 6/4 : "Foi uma partida dura, ele começou melhor no primeiro set, consegui jogar bem depois para poder sair com a vitória", disse o tenista de 16 anos que repete sua campanha do ano passado no torneio e que chegou na Bahia com o cabelo pintado de loiro claro: "Fizemos uma aposta, chegamos em terceiro no Mundial de 16 anos (em Budapeste, na Hungria) e pagamos essa promessa, pintar o cabelo, foi um ótimo resultado pro tênis argentino. Tivemos outras apostas de acordo com o resultado, mas não lembro quais foram". Baez enfrentará outro argentino nas quartas, Bruno Caula que derrotou o brasileiro Gabriel Bugiga por 6/4 6/3.

As partidas de quartas de final ocorrem nesta quinta-feira com programação a definir.

São 230 tenistas de onze países disputando as categorias 18 anos com pontuação Grau 3 pro ranking mundial da Federação Internacional de Tênis, 16 e 14 anos com pontuação pro ranking da Confederação Sul-Americana de Tênis, o Cosat, 12 anos e a novidade da categoria Kid´s, até 11 anos, com pontuação pro ranking da Confederação Brasileira de Tênis.