TÊNIS NEWS
04/05/2016
14:21
MADRI (ESP)

O português João Sousa, 35º no ranking da ATP, alcançou um grande feito em sua carreira e na história do tênis português: ele chegou a sua primeira oitavas de final em Masters 1000, segunda na história lusitana - em Monte Carlo 2011, Frederico Gil furou o qualifying e fez uma histórica campanha, sendo parado apenas nas quartas de final, pelo escocês Andy Murray.

Para isso, o maior tenista da história de Portugal – em novembro do ano passado, ele ascendeu ao 33º posto, superando por muito os compatriotas Rui Machado e Frederico Gil, que foram ao 59º e 62º lugares, respectivamente –, 35º no ranking da ATP, jogou de forma sólida do fundo da quadra, superando o lucky loser – tenista que perde na última rodada do quali, mas conta com a desistência de um tenista da chave principal para entrar nessa – Marcel Granollers, que substituiu Roger Federer, por duplo 6/3, com uma quebra no primeiro set e duas na segunda parcial.

Nas oitavas, ele enfrentará o vencedor do confronto entre o ex-top 5 argentino Juan Martín del Potro, atual 274º, e o americano Jack Sock, 26º, tentando igualar a marca de Fred Gil.