Maria Sharapova

Maria Sharapova coletiva antidoping

Tênis News
08/03/2016
17:26
Londres (Inglaterra)

O especialista em marketing esportivo Nigel Currie analisou a situação da russa Maria Sharapova do ponto de vista comercial após a musa assumir que atestou positivo em teste de doping e não vislumbrou o melhor dos cenários.

A convite do London Standard, Currie analisou a potencialidade de imagem e conquistas da russa caso não tivesse atestado positivo para meldonium e como uma possível punição, cuja pena máxima seja de quatro anos pode inferir no sucesso de Sharapova no mundo dos negócios.

"Se Maria pegar o banimento de quatro anos, estamos falando de perdas potencial de perda em £ 100 milhões (algo em torno de R$ 545 milhões). Seus ganhos em quadra são praticamente insignificantes em comparação com o apoo de patrocínio e ela tem sido a esportita mais bem paga dos últimos 11 anos e isso é um sonho em marketing", declarou Currie.

"Ela tem todos os atributos e não há muitas estrelas mulheres nos esportes que são reconhecida instantaneamente em todo o mundo", pontuou o especialista.


Maria tem um grupo valioso de patrocinadores com grandes contratos e todos observarão a situação com muito cuidado e seriedade" , pontuou Nigel Currie em entrevista dada antes do anuncio de que a Porsche e a Tag Heuer seguiriam o exemplo da Nike suspendendo seus contratos e negociações com a russa.

"Antigamente, patrocinadores ficavam felizes em abaixar a cabeça e não reagir - e apenas esperar a poeira abaixa", disse o especialista ponderando que os patrocinadores reagirão um a um conforme forem determinadas as penas para Sharapova.