Maria Sharapova (tenista russa)

Maria Sharapova (tenista russa) (Foto: ROSLAN RAHMAN/AFP)

TÊNIS NEWS
26/04/2017
10:01
Stuttgart, Alemanha

O torneio de Stuttgart será o palco do retorno de Maria Sharapova ao circuito da WTA. A russa participa do torneio alemão mediante um convite da organização, no entanto o diretor acredita que Sharapova não seja a principal atração do torneio.

“O fato gerou polêmica na Alemanha entre algumas jogadoras locais, envolvendo inclusive a capitã da Fed Cup. Mesmo assim eu decidi conceder um convite à Sharapova pensando no bem estar do torneio. Ela foi número 1 do mundo, vencedora de Grand Slam e campeã de três edições de Stuttgart. Sem dúvidas seu estilo de jogo, sua garra e vontade de vencer ajudaram muito no crescimento deste torneio”, explica Markus Günthardt, diretor do torneio alemão, que este ano celebra sua 40ª edição.

Günthardt ainda respalda Sharapova em seu retorno. “Ela não tentou trapacear, apenas cometeu um erro grave. Durante 10 consumiu algo que passou a ser proibido. Por que isso não foi proibido desde sempre? Infelizmente não tenho essa resposta, mas ela assumiu a responsabilidade, então merece todo o respeito. Maria ficou fora das quadras por 15 meses, tempo que parece uma eternidade para um atleta profissional. Agora tem todo o direito de retornar às competições”.

O diretor ainda rebate críticas de que o cronograma do torneio teria sido alterado para permitir a participação da russa. “Foi uma mera casualidade que sua pena terminasse dia 26 de abril. Não é incomum que o torneio se inicie na quarta-feira, em 2016 tivemos 5 partidas de primeira rodada neste dia. Não mudamos nada par permitir a estreia de Sharapova neste dia”, se defende o Günthardt.

Muito se discutiu também sobre a presença da russa como forma de elevar a publicidade dos torneios, no entanto o diretor do torneio alemão não acredita que o público aparecerá apenas pela russa. “Isso é mais a nível internacional, hoje temos a segunda melhor tenista do mundo, que era a melhor até alguns dias atrás. Essa é a grande notícia do torneio, não a volta de Sharapova. Com certeza 90% do público virá para ver Kerber, não Sharapova. Talvez em Roma seja diferente, mas aqui com certeza será assim”.