Pelé bate bola com o tenista espanhol Alex Corretja em Paris

(Foto: AFP/JACQUES DEMARTHON)

TÊNIS NEWS
10/11/2016
15:03
Londres, Inglaterra

O espanhol Alex Corretja foi o último jogador capaz de vencer o World Tour Finals da ATP em seu ano de estreia, há 18 anos atrás. Agora, em declarações à ATP, Corretja acredita que Thiem e Monfils podem seguir seus passos.
Quando questionado sobre as possibilidades do estreantes nesta edição, o contemporâneo de Gustavo Kuerten é bem claro. “Por que não? Se algum dos dois chegar a vencer o torneio não deveria ser surpresa nenhuma, são ótimos jogadores e estão entre os oito melhores da temporada por este motivo. Obviamente os demais jogadores tem mais experiência, mas isso não diminui o mérito dos estreantes.”
Para exemplificar a forma de encarar o torneio, Corretja recorda como foi sua experiência no Masters de 1998.
“A princípio você pensa: ‘Nossa, sou um dos grandes nomes do meu esporte’. Você se sente muito especial quando se classifica, pois lutou muito duro para estar ali,” comenta. “Sabe que vai jogar contra os melhores do mundo, o que te ajuda a elevar seu próprio nível. Todos nos sentimos muito agressivos em quadra. Isso te faz sentir que deve ser valente desde o primeiro dia.” Corretja lembra ainda do que pensou pouco antes de sua estreia contra o então número 4 do mundo, Andre Agassi, em Hanover, na Alemanha. “Se você crer em si mesmo, poderá vencer a todos.”
Para que algum dos estreantes, Monfils ou Thiem, consgia unir-se a lista de jogadores que venceram o Masters em sua estreia: Alex Corretja, John McEnroe, Guillermo Vilas, Ilie Nastase e Stan Smith, o espanhol recomenda que reforcem sua confiança exatamente como ele fez quando esteve nesta posição. “Eu diria a eles para irem com tudo, não esperem que algo aconteça, vocês devem ir lá e buscar. Estão aqui porque são bons o suficiente para isso, só lhes basta querer o suficiente,” conclui o ex-tenista.