Roger Federer - Indian Wells

CLIVE BRUNSKILL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Tênis News
10/04/2017
18:08
Colônia (Alemanha)

O alemão ex-número 1 do mundo, Boris Becker, comentou à agência de notícias alemã Sport-Informations-Dienst (SID) sobre a possibilidade aventada pelo ex-top 4 Brad Gilbert de suíço Roger Federer finalizar o ano como número 1 .

"Quem joga neste nível, que apresentou nos últimos três meses, tem esperanças e meta realista de terminar o ano como número 1", pontuou o alemão.
"Acho que antes de todo mundo, ele [Federer] se surpreendeu com sua performance tendo voltado de lesão, com a qual ficou por metade de um ano. Ele tem mais de 30 anos ninguém esperava por essa explosão de rendimento", comentou o alemão a respeito do jogo apresentado por Federer aos 35 anos de idade.