Uruguaio Pablo Cuevas ergue troféu do Brasil Open 2016

Pablo Cuevas foi bicampeão em São Paulo, em fevereiro (Foto: Alexandre Carvalho)

TÊNIS NEWS
23/06/2016
13:18
NOTTINGHAM (ING)

O uruguaio Pablo Cuevas, 25º no ranking da ATP, sobreviveu à outra batalha no ATP 250 de Nottingham, desta vez contra o cipriota Marcos Baghdatis, 40º, a quem derrotou por 6/4, 4/6 e 7/6(8), em 2h28min, e avançou à semifinal.

Num dos melhores anos de sua carreira, Cuevas consegue outra grande marca: até então, o tenista de 30 anos só havia ganho dois jogos na grama em toda a carreira. Em Nottingham, seu primeiro torneio do ano na superfície, ele já venceu três. É mais uma prova de que o sul-americano melhora a cada dia e se consolida cada vez mais como um jogador do top 30.

Ontem, ambos já haviam disputado jogos de três sets: enquanto Baghdatis salvara dois match points e virara sobre Sam Querrey, o uruguaio, também de virada, já precisara de quase 2h30min para bater o local Daniel Evans.

Na partida de hoje, cada tenista foi melhor em um dos primeiros sets. Na parcial decisiva, Baghdatis desperdiçou cinco chances de quebra; Cuevas, por sua vez, também não conseguiu aproveitar a única que criou.

No terceiro set, Cuevas enfrentou um match point sacando em 5/4 e vantagem contra, mas manteve seu serviço.

Então, num tiebreak maluco, o finalista do Australian Open 2006 conseguiu o minibreak logo no início, perdeu seus dois saques em 4/3 e voltou a salvar um match point, desta vez no 6/4.

E a loucura não parou por aí. Marcos cometeu uma dupla falta em 6/6, negou outro match point, novamente no serviço de Pablo, em 7/6, mas levou a miniquebra derradeira em 8/8. Com um belo saque, Cuevas avançou à primeira semifinal na grama de sua vida.

Amanhã, ele medirá forças com o luxemburguês Gilles Muller, que marcou 6/3 e 6/4 sobre o ucraniano Alexandr Dolgopolov, quarto favorito.