Maria Sharapova

Maria Sharapova coletiva antidoping

TÊNIS NEWS
15/03/2016
11:00
Nova York (EUA)

Seguem as sanções à russa Maria Sharapova após a confissão de doping na segunda-feira passada, dia 7, com a substância Meldonium. A ONU, Organização das Nações Unidas, suspendeu temporariamente a tenista como embaixadora da Boa Vontade.

Sharapova ostentava o cargo desde fevereiro 2007 pelos sobreviventes de Chenobyl, na Ucrânia. A ONU retirou o perfil da jogadora da página da web como embaixadora.

"O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento agradece Maria Sharapova por seu apoio ao nosso trabalho, especialmente sobre a recuperação do desastre nuclear de Chernobyl. Mas diante do anúncio recente da senhora Sharapova, suspendemos na semana passada sua função como embaixadora da Boa Vontade e todas as atividades enquanto a investigação continuar", informou o porta-voz da ONU em comunicado.

Sharapova já havia perdido três patrocinadores após o anúncio, a Nike, Tag Heuer e a Porsche.

Os embaixadores da Boa Vontade da ONU devem ser "pessoas capazes de integrar que tenham personalidade e dignidade requerida para por alta capacidade de representação". O artigo 28 consta que o acordo termina quando o embaixador "realiza uma atividade incompatível com seu estado ou com objetivos e princípios que a ONU ou a organização estiver interessada em finalizar o acordo".