Rafael Nadal

Rafael Nadal e Fernando Verdasco

TÊNIS NEWS
04/04/2016
12:44
Manacor (Espanha)

Em bate-papo com a rádio Cadena SER, da Espanha, Rafael Nadal confirmou seu desejo de ser porta-bandeira da Espanha para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em agosto e voltou a elogiar Novak Djokovic o qual disse estar imparável.

"Espero ser o porta-bandeiras. Nos Jogos de 2012 (em Londres) tendo essa chance foi o torneio que perdi que mais me doeu. Não vou decidir se serei o porta-bandeira. Se puder ser estarei encantado, mas há muitos atletas que merecem esta honra", apontou Nadal.

A decisão sobre o porta-bandeiras deve sair em maio. Em fevereiro, o presidente do COE, Comitê Olímpico Espanhol, Alejandro Blanco, expressou seu desejo de colocar Nadal como porta-bandeiras, mas ressaltou que uma comissão é que decidiria o nome.

Nadal também comentou a fase de Novak Djokovic que venceu Miami pela sexta vez e se tornou o maior recordista de Masters 1000 com 28 conquistas: "Quando um é bom e não há nada que te pare, como lesões, é uma combinação bastante letal. Djokovic está marcando muitíssima diferença diante dos demais. Está sendo impossível pará-lo e é preciso felicitá-lo. É uma realidade como um templo.

Nadal também disse que Roland Garros ainda está longe, que faltam quatro torneios e se disse confiante para bons desempenhos.