icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
25/08/2015
14:53

Com 14 Grand Slams na carreira e 67 títulos, Rafael Nadal  tem poucas metas a cumprir e mesmo longe da melhor fase quer voltar a brilhar, mas sem ansiedade, curtindo o circuito. Ele se disse honrado ao ser comparado com Bjorn Borg e Pete Sampras, feras do passado.

"Meu estilo fora ou dentro de quadra ? Creio que estou mais relaxado fora do que dentro. Na quadra sempre jogo com muito mais entusiasmo. Fora também tento fazer as coisas no 100%, mas de forma mais relaxada. Tento desfrutar da vida ao máximo, sem pressa", disse o espanhol em entrevista ao Nike Court.

Para Nadal sempre é "especial" ir para uma quadra com público lotado pois sente que forma "parte do espetáculo. Pessoalmente me sinto um sortudo por tudo que vivi durante minha carreira. Desfrutei de muitas coisas que jamais pensei que iria ter a oportunidade de experimentar. O mundo do tênis foi incrível comigo". 

"Sempre vou dia-a-dia, partida-a-partida. Quando você bate um recorde tem uma sensação especial. Mas ao mesmo tempo você se diz 'Bem, não posso parar para pensar no que passou, é preciso seguir adiante". 

"É uma grande horna quando te comparam com grandes lendas do passado como Bjorn Borg e Pete Sampras. Sinto um grande respeito por todos os jogadores históricos do nosso esporte, pra mim é um prazer poder nos torneios e enfrentar jogadores que via pela televisão quando era pequeno". 

"Normalmente os melhores jogadores entram na quadra convencidos que vão ganhar, que vão jogar bem e que este será seu dia. No geral a confiança em você é muito importante, acreditar que as coisas vão sair bem e ajudar a obter êxitos".

Com 14 Grand Slams na carreira e 67 títulos, Rafael Nadal  tem poucas metas a cumprir e mesmo longe da melhor fase quer voltar a brilhar, mas sem ansiedade, curtindo o circuito. Ele se disse honrado ao ser comparado com Bjorn Borg e Pete Sampras, feras do passado.

"Meu estilo fora ou dentro de quadra ? Creio que estou mais relaxado fora do que dentro. Na quadra sempre jogo com muito mais entusiasmo. Fora também tento fazer as coisas no 100%, mas de forma mais relaxada. Tento desfrutar da vida ao máximo, sem pressa", disse o espanhol em entrevista ao Nike Court.

Para Nadal sempre é "especial" ir para uma quadra com público lotado pois sente que forma "parte do espetáculo. Pessoalmente me sinto um sortudo por tudo que vivi durante minha carreira. Desfrutei de muitas coisas que jamais pensei que iria ter a oportunidade de experimentar. O mundo do tênis foi incrível comigo". 

"Sempre vou dia-a-dia, partida-a-partida. Quando você bate um recorde tem uma sensação especial. Mas ao mesmo tempo você se diz 'Bem, não posso parar para pensar no que passou, é preciso seguir adiante". 

"É uma grande horna quando te comparam com grandes lendas do passado como Bjorn Borg e Pete Sampras. Sinto um grande respeito por todos os jogadores históricos do nosso esporte, pra mim é um prazer poder nos torneios e enfrentar jogadores que via pela televisão quando era pequeno". 

"Normalmente os melhores jogadores entram na quadra convencidos que vão ganhar, que vão jogar bem e que este será seu dia. No geral a confiança em você é muito importante, acreditar que as coisas vão sair bem e ajudar a obter êxitos".