Rafael Nadal

Rafael Nadal em Indian Wells (Crédito: BNP Paribas Open)

TÊNIS NEWS
16/03/2016
23:24
INDIAN WELLS (EUA)

Rafael Nadal esteve muito, muito perto de ser eliminado em Indian Wells. Ele viu Alexander Zverev, 58º da ATP, de apenas 18 anos, ter um voleio na mão em pleno match point, mas contou com o erro do oponente, virou e marcou 6/7(8), 6/0 e 7/5, em 2h35, e está nas quartas de final.

A primeira parcial foi muito equilibrada. Os dois tenistas jogaram um grande tenistas, jogando com eficiência em seus respectivos saques. As únicas exceções foram o quinto e o décimo games. No primeiro, Zverev se aproveitou de dois erros bobos de Rafa e conseguiu uma grande devolução de esquerda. Sacando para o set em 5/4, porém, apesar de fazer 30/0, ele viu Nadal executar dois winners e usar sua experiência para esperar seu erro.

O jogo, então, foi para o tiebreak. Nele, os dois trocaram minibreaks nos dois primeiros pontos e também no 4/4. Com isso, outro minibreak só foi conseguido quando Nadal sacava em 8/8, quando Alex usou a estratégia do adversário, ficou no ponto e esperou o erro do oponente, que eventualmente veio. Com mais um grande serviço, sua grande arma, Zverev fez 10/8 no tiebreak, vencendo um set que demorou 1h09min.

No segundo set, Nadal voltou com tudo. Logo de cara, quebrou o saque de Zverev de 0, disparando winners. E assim foi por mais duas vezes: jogando muito e aproveitando-se de erros do alemão, que abaixou um pouco sua intensidade e ficou impressionado com o ritmo de Rafa, a etapa rapidamente foi conquistada por 6/0, em pouco mais de vinte minutos.

Na terceira parcial, Zverev mostrou ter superado rapidamente o baque do segundo set e saiu com 2/0, após sacar muito bem e quebrar Nadal com um winner, aproveitando-se de uma dupla falta no 15/30.

No entanto, ele não conseguiu manter a quebra. Com duas duplas faltas seguidas e um erro de forehand, o garoto de 18 anos entregou seu saque a Nadal.

Mais uma reviravolta estava por vir, entretanto. Rafa não conseguiu manter seu serviço no game seguinte, após Alex levar sorte numa bola que bateu na fita e depois mostrar muita personalidade, indo para cima e matando o break point no smash.

Zverev fez 4/1, teve chances de quebra com o 'Touro Miúra' sacando no sexto game, mas o tenista de Manacor manteve-se no jogo. E isso surtiu efeito.

Com Alexander servindo em 5/3 e sacando muito bem, Nadal seguiu acreditando, viu o alemão errar um voleio de direita extremamente fácil no 40/30 e logo depois surtar, cometendo dois erros seguidos e entregando seu saque.

Daí em diante, Zverev não jogou mais. Certamente com o lance na cabeça a todo momento, ele só fez besteiras até o fim do jogo, cometendo três erros não forçados no game de Nadal, duas duplas faltas no seu e acabou, ironicamente, jogando um grande último ponto, em que Rafa, todavia, finalizou uma troca de pancadas com um lindo backhand cruzado, trazendo para si a batalha de 2h35 que acabara de ter um fim.

Na próxima rodada, o jogador com quatorze Grand Slams no currículo tem mais uma parada duríssima: o vencedor do confronto entre o local John Isner, 11º da ATP, e o japonês Kei Nishikori, 7º. O jogo acontecerá na sexta feira.