Nadal x Bellucci

Rafael Nadal (Foto: JAVIER SORIANO/AFP/Lancepress!)

TÊNIS NEWS
20/10/2016
15:57
MANACOR (ESP)

O espanhol Rafael Nadal, 6º do ranking mundial, anunciou que não joga mais na temporada 2016. O ex-líder do ranking citou a lesão no punho esquerdo, que o fez desistir de Roland Garros, e a volta precipitada para os Jogos Olímpicos do Rio como causas para a decisão.

Sua agenda neste ano incluía o ATP 500 da Basileia, na próxima semana, o Masters 1000 de Paris e, provavelmente, o ATP Finals, torneio para qual Rafa buscava se classificar, ficando entre os oito melhores da temporada, objetivo que estava perto de ser cumprido.

Após não entrar em quadra antes das oitavas de final de Roland Garros, no fim de maio, por causa da lesão no punho, o ‘Touro Miúra’ desistiu de Wimbledon e só voltou a jogar em agosto, no Rio de Janeiro, defendendo a Espanha nas Olimpíadas de Verão. Ele alegou que a “recuperação forçada” para retornar a tempo dos Jogos lhe “causa dor deste então, e, agora, é hora de parar”.

“Não é segredo que fui ao Jogos Olímpicos pouco preparado e não-totalmente recuperado (da lesão), mas o objetivo era competir e ganhar uma medalha para a Espanha”, disse. “Agora, é hora de descansar e começar a me preparar intensamente para a temporada 2017. Tenho dois meses e meio para estar no nível que preciso (para ser competitivo), completou o dono de 14 Grand Slams, que, depois da derrota na primeira rodada em Xangai, na China, na semana passada, afirmou precisar “criar desconforto para seus oponentes, algo que não tem acontecido frequentemente nos tempos atuais”.


Nos primeiros Jogos Olímpicos realizados na América do Sul, o espanhol conquistou a medalhe de ouro em duplas masculinas, junto a seu amigo Marc Lopez. Nas simples, Nadal caiu para Juan Martín del Potro em verdadeira batalha nas semifinais, decidida no tiebreak do terceiro set, e perdeu a disputa da medalha de bronze para o japonês Kei Nishikori. O cansaço excessivo o levou a desistir de entrar em quadra pelas duplas mistas, junto à sua parceira, Garbiñe Muguruza, campeã de Roland Garros, uma das duplas favoritas ao ouro.