Nadal x Nishikori

Rafael Nadal (Foto: Reprodução / Twitter Barcelona Open)

TÊNIS NEWS
12/05/2016
14:25
ROMA (ITA)

O espanhol Rafael Nadal, 5º da ATP, venceu, na tarde desta quinta-feira, em um jogaço de tênis, o australiano Nick Kyrgios, 20º, por 6/7(3), 6/2 e 6/4, em 2h39min, e está nas quartas de final do Masters 1000 de Roma, jogado sobre o saibro.

Foi a primeira vitória do espanhol sobre o aussie. O único duelo havia ocorrido em Wimbledon, no ano de 2014, quando Kyrgios, um jovem desconhecido, surpreendeu a todos, assinalando 3x1 sobre uma estrela do tênis mundial.

Na sequência, ele, campeão de Roma em 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2012 e 2013, enfrenta o vencedor da partida entre Thomaz Bellucci, do Brasil, 37º, e o número 1 do mundo, seu arquirrival Novak Djokovic, da Sérvia. Os dois se enfrentam às 14h30, com transmissão do TÊNIS NEWS.

Kyrgios iniciou o confronto adotando a postura que nortearia sua estratégia durante toda a partida: atacar, atacar e atacar. Foi muito difícil ver Kyrgios recuando para bater uma bola, mesmo enfrentando as já conhecidas bolas de consistência, bastante altas, de Nadal. Por outro lado, Rafa jogou a primeira etapa de forma muito passiva, o que, depois de perdê-la, foi drasticamente mudado.

O JOGO
A partida começou estranha. Rapidamente, Kyrgios quebrou Rafa de 0, mas, no game seguinte, também foi facilmente quebrado.

Seguiram-se games duros, com os tenistas indo à 30 e 40 iguais, mas confirmando seus saques. O tiebreak foi muito equilibrado até o tenista de Manacor sacar em 3/4 e ceder dois minibreaks seguidos, com uma dupla falta e um erro no forehand. Então, Kyrgios não desperdiçou a chance que lhe foi concedida, fazendo, com um winner, 1x0 no duelo. O espanhol errara 14 bolas de forma não forçada e conseguira apenas dois winners até então, mas acabaria o embate com 24 bolas vencedoras e apenas 10 erros não forçados a mais.

Nadal voltou drasticamente mudado para a segunda etapa. Logo no primeiro game, muita agressividade para cima de Nick, que teve o saque quebrado sem fazer pontos. A penúria do atleta aussie seguiu até o meio do terceiro game, com Nadal tomando para si os dez primeiros pontos da etapa. No fim, o tenista natural de Camberra salvou dois break points e confirmou seu serviço.

Entretanto, o set era mesmo de Rafa. Ele quebrou mais uma vez o saque do rival, quando este sacava em 1/3, e , depois de Kyrgios chamar o fisioterapeuta à quadra e ser atendido, por causa de um incômodo na região da perna, fechando em 6/2, depois de salvar três break points no game derradeiro, único em que teve dificuldades.

A terceira parcial começou com pressão sobre o 20º do ranking. Ele salvou um break point com uma ótima curtinha e contou com o saque para sair na frente, mas, depois do ‘rei do saibro’ também confirmar, sofreu muito em seu game. Depois de dez minutos e várias chances de quebra salvas, Nadal prevaleceu na troca de bolas e tomou a frente, dando um grande passo para a vitória.

Na sequência, em outro game muito longo – mais de sete minutos -, o ‘Touro Miúra’ manteve seu serviço, jogando uma ducha de água fria sobre o oponente, que começou a reclamar bastante, mais que o normal.

Em 1/3, o número 20 da ATP ainda errou demais, viu-se frente a um 0/40, mas levantou o game com quatro ótimos saques e manteve-se vivo.

Após vinte minutos de muita ação e nervosismo, ambos confirmaram seus saques sem maiores dificuldades. Rafa, então, foi sacar em 5/4. Começando com seu único ace da partida, ele foi dominante e contou com dois erros do australiano para fechar, em quase 2h40, o grande jogo de hoje, carimbando o passaporte para as quartas de final do torneio em que é heptacampeão.