Andy Murray

Andy Murray (Foto: AFP)

Tênis News
21/11/2016
14:13
Londres (Inglaterra)

O fIm da temporada 2016 não poderia ser melhor para o escocês Andy Murray, que assumiu pela primeira vez o topo do ranking da ATP há três semanas e conseguiu, ao superar o sérvio Novak Djokovic na grande final do ATP Finals, garantir-se ali.

A vantagem de Murray agora é confortável e está em 905 pontos, que só podem ser alcançado pelo sérvio vice-líder da ATP ao fim do primeiro Grand Slam da temporada, o Australian Open.

Para isto, Murray que abriu sua temporada 2016 em Melbourne e foi vice-campeão somando 1200 pontos, precisa tropeçar nas fases iniciais do torneios e Djokovic, atual campeão que defende 2 mil pontos do título, vencer o torneio novamente.

O ranking da ATP fechou com o canadense Milos Raonic confirmando ainda sua melhor colocação da carreira, como terceiro do mundo. Mesmo para o croata Marin Cilic, que chega a seu melhor ranking na sexta posição.

Rafael Nadal terminará o ano na porta do top 10. O espanhol fechou o ano como nono do mundo, após cair uma posição. O ex-número um do mundo iniciará 2016 precisando defender 150 pontos da final no ATP 250 de Doha, no Qatar, e os 10 pontos da primeira rodada em Melbourne, onde pode catapultar-se no ranking novamente.