Andy Murray

(Foto: HANS PUNZ)

Tênis News
18/11/2016
14:04
Londres (Inglaterra)

O líder do ranking da ATP, o escocês Andy Murray, venceu com tranquilidade o terceiro do mundo, o suíço Stan Wawrinka, e se garantiu na semifinal do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores da temporada, onde tem histórico ruim.

Murray precisou de 1h26 para fehcar o placar em 6/4 6/2 tendo convertido três aces contra sete do suíço, que cometeu 27 erros não-forçados contra 13 do escocês, que disparou 15 bolas vencedoras contra 29 do suíço.

Em um primeiro set com os dois tenistas sacando muito bem, a devolução de Murray falou mais alto, pressionou por alguns games até que conseguiu a quebra no sétimo game e administrou a vantagem, tendo perdido dois setpoints no nono game e precisando sacar para a parcial.

Garantido na semifinal após vencer o primeiro set, o escocês passou a jogar mais solto ao mesmo tempo em que o suíço passou a ficar ainda mais pressionado, pois precisava vencer a partida se quisesse se classificar. A pressão fez mal para o suíço, que trabalhou com segundo serviço e foi quebrado no game inaugural. A queda no rendimento do saque e também nas definições dos pontos tornou Wawrinka mais errático e acabou quebrado uma segunda vez vendo o escocês abrir 4/0 no placar e administrar a vantagem confirmando sem problemas seus games de saque.

A vitória de Murray em sets diretos o coloca em primeiro lugar do grupo e a chave desenha um confronto contra o canadense Milos Raonic, segundo colocado do grupo John McEnroe. Murray tem a vantagem de 8/3 no confronto direto contra Raonic.

Ainda no grupo Ivan Lendl, a vitória de Murray garantiu Kei Nishikori na semifinal do torneio. O japonês enfrenta ainda hoje o croata Marin Cilic para fechara fase de grupos e na semifinal encara Novak Djokovic, contra quem já jogou doze vezes e perdeu dez.