Andy Murray no US Open

USTA

Tênis News
08/10/2016
17:13
Pequim (China)

O escocês Andy Murray, vice-líder do ranking da ATP, fez um jogo duro contra o espanhol David Ferrer, 13º, e se garantiu na final do ATP 500 de Pequim, na China, onde encara o búlgaro Grigor Dimitrov, que contou com o abandono de Milos Raonic.

Murray encarou uma partida de 1h30 de duração contra Ferrer para fechar o placar em 6/2 6/2 tendo convertido cinco aces contra nenhum do espanhol, que cometeu 34 erros não-forçados contra 22 do escocês, que disparou 21 bolas vencedoras contra 12 de Ferrer.

Buscando sem quinto título na temporada, o primeiro de sua carreira em pequim, Murray enfrenta o búlgaro Grigor Dimitrov, que vinha de boa vitória sobre Rafael Nadal nas quartas de final e sequer entrou em contra contra Milos Raonic, vencendo-o por W.O.

Raonic foi até à quadra central informar que desistiu da competição com fortes dores no tornozelo direito.

Murray e Dimitrov já se enfrentaram dez vezes no circuito profissional. Murray tem 7/3 no confronto direto e venceu o último encontro entre os dois, pelas oitavas de final do US Open com placar elástico.