Andy Murray

Andy Murray (Crédito: André Valle)

TÊNIS NEWS
14/04/2016
18:09
MONTE CARLO (MON)

Andy Murray ressuscitou no Masters 1000 de Monte Carlo. Perdendo por 6/2 e 3/0 e atuando de forma totalmente apática, ele voltou no jogo contra o ‘imprevisível’ Benoit Paire e enfrenta o dificílimo Milos Raonic, 12º da ATP, amanhã.

“Paire tem um talento incrível. Por isso, é imprevisível. Ele coloca a bola onde quer, às vezes, e isso te desestabiliza. Mas consegui me segurar”, destacou.

Raonic, seu adversário, comentou que “queria ter sido um pouco mais eficiente, mas foi a forma como o jogo se desenvolveu” no jogo de hoje, em que venceu o surpreendente bósnio Damir Dzumhur, 99º colocado, algoz de Tomas Berdych, por 7/6 no terceiro set.

Depois de elogiar bastante Dzumhur, ele previu seu 8º confronto contra Murray, afirmando que será “uma partida bem difícil, em que terei de jogar o meu melhor”, algo que ele “acha que pode fazer”.

O escocês leva vantagem mínima de 4x3 no confronto direto. Os dois se enfrentaram pela última vez no último Australian Open; Raonic, em excelente forma, vencia por 2 sets a 1, mas contundiu-se e não ofereceu resistência à virada de Murray, que posteriormente perderia para Novak Djokovic na decisão.