Thiago Monteiro

Divulgação

TÊNIS NEWS
07/04/2017
21:04
Ambato (Equador)

Depois do sufoco de Thomaz Bellucci em mais de 3h30min, Thiago Monteiro, 83º colocado, não teve vida fácil contra o embalado equatoriano Roberto Quiroz, 232º, mas conseguiu a vitória e deixou o Brasil a um triunfo de vaga nos playoffs do Grupo Mundial, em setembro.

O cearense de Fortaleza e número dois do país emplacou sua primeira vitória na carreira em Copa Davis apenas em seu segundo jogo ao bater o vice-campeão da semana passada no challenger de Leon, no México, com parciais de 6/7 (8/6) 7/6 (7/0) 6/3 7/6 (9/7) após 3h16min.

Esta é a primeira vitória em melhor de cinco sets do brasileiro que ainda tem pouca experiência neste tipo de partida com apenas três partidas disputados.

O Brasil pode garantir a vaga na repescagem já neste sábado às 14h com Marcelo Melo e Bruno Soares enfrentando Quiroz e Gonzalo Escobar.

O jogo

Os dois começaram sacando muito bem sem dar chances para as devoluções aproveitando a velocidade do jogo por conta da altitude de 2,5 mil metros de Ambato, no Equador. Thiago teve um 0/40, mas perdeu cinco chances e no tie-break abriu 6 a 2, sacou duas vezes para definir, mas o rival foi agressivo e fechou na primeira chance por 7/6 (8/6) vibrando muito.

Quiroz teve alguns break-points ao longo do segundo set, mas o atleta da Tennis Route foi forte mentalmente, levou ao tie-break, voltou a dominar e desta vez não deu chances marcando 7/6 (7/0).

Um bom game na devolução o fez quebrar com 4/2. Thiago serviu bem, teve ainda um set-point no game de devolução, mas o local se salvou. Todavia o serviço foi dominado por Thiago que fechou por 6/3.

No quarto set os saques voltaram a ser primordiais, Thiago salvou break, foi levando até um novo tie-break. Desta vez foi ponto a ponto, Monteiro teve um match-point bem salvo com o serviço e forehand do adversário. Monteiro salvou set-point com o saque e forehand e na segunda chance controlou bem a bola e forçou erro no backhand de Roberto. Vitória e vibração de Thiago e do time brasileiro.