Del Potro

MARTIN BERNETTI / AFP

Tênis News
16/09/2016
18:22
Glasgow (Escócia)

Após ver sua carreira encurtada, e quase encerrada, por uma série de contusões e cirurgias nos punhos, o argentino Juan Martin Del Potro coroa seu retorno às quadras a cada dia com resultados surpreendentes, incluindo a vitória desta sexta contra Murray na Copa Davis.

Uma ascenção de quase 1000 posições no ranking em apenas 9 meses, duas semifinais de nível ATP, uma quartas de final em Grand Slam e uma prata olímpica derrotando o número 1 do mundo logo na primeira rodada, estes são apenas alguns fatos sobre a brilhante temporada de retorno que vem sendo feita pelo argentino Juan Martin Del Potro após quase ter sua carreira encerrada por contusões.

Não bastando todos os jogos fenomenais feitos ao longo da temporada, como as quartas de final do US Open contra Stan Wawrinka e a própria disputa do ouro no Rio de Janeiro, o argentino vingou sua derrota na final olímpica ao bater o britânico Andy Murray na Copa Davis, na casa do adversário, e se declarou incrédulo com tudo o que tem vivido nos últimos meses.

“Estou muito feliz de estar jogando tênis novamente,” disse Del Potro. “É um momento inacreditável. Senti muita falta disso tudo no tempo em que estive afastado. Sempre joguei muito bem aqui na Grã Bretanha – Wimbledon, nos Jogos Olímpicos, na Arena O2 e agora aqui.”

O tenista ainda agradeceu pelo apoio incondicional da torcida ao longo do embate, bem como o respeito pelos dois jogadores e aproveitou o momento para elogiar o adversário.

“É tudo incrível, simplesmente inacreditável. Muito obrigado por tudo, pelo respeito demonstrado a ambos os jogadores. Eu adorei a partida, ele é um tenista “ridículo”, um lutador, indiscutivelmente um campeão. Passei toda a partida tentando encontrar um buraco em seu jogo e acho que a chave para tudo foi ter jogando com bons forehands e bons serviços.”

Por fim, o argentino ainda aproveitou para dar um recado à equipe britânica e deixou bem claro que ainda muita energia, mesmo depois da maratona de 5h08 nesta sexta-feira.

“Estou exausto, minhas pernas estão muito duras. Mas receberei uma boa massagem e estarei completamente preparado para amanhã, ou depois de amanhã,” declarou Del Potro.