Marcelo Melo (Foto: AFP)

Marcelo Melo (Foto: AFP)

LANCE!
06/11/2015
16:34
Paris (França)

No retorno da parceira entre o mineiro Marcelo Melo, líder do ranking mundial nas duplas e do croata Ivan Dodig, a parceria alcançou a semifinal do Masters 1000 de Paris ao superar a dupla formada pelo romeno Florin Mergea e o indiano Rohan Bopanna.

Melo/Dodig precisou de 1h33 para fechar o placar em 7/5 6/7 (4) 12/10 tendo convertido quatro aces contra cinco de Bopanna/Mergea, que venceu 69% dos pontos jogados com primeiro serviço contra 73% de aproveitamento do brasileiro.

As duplas começaram jogando de maneira firme e pressionando uma o serviço da outra. Melo/Dodig conquistou a quebra no segundo game, viu os rivais devolverem na sequência e o jogo seguiu com as duas duplas firmes confirmando seu serviço, até que a parceria do brasileiro pressionou na devolução e conquistou quebra de saque primordial no décimo primeiro game e sacou para fechar a parcial.

No set seguinte, o jogo seguiu duro, mas duplas trocaram quebrar de saque novamente no inicio da parcial. Melo/Dodig chegoua ter três chances de quebra no sétimo game, mas não conseguiu efetivar a quebra e o jogo seguiu apertado e foi encaminhado para o tiebreak, onde a dupla Bopanna/Mergea foi mais segura, conquistou duas mini-quebras e forçou o match-tiebreak.

Ali, a parceria do brasileiro começou firme, abriu 3/1 e mini-quebra, viu os rivais se aproximarem do placar com 5/4 . Melo/Dodig voltou a conquistar mini-quebra no décimo terceiro ponto disputado, teve match-point no décimo oitavo e voltaram a ter um segundo no vigésimo segundo ponto disputado, que foi convertido pela parceria do mineiro líder do ranking das duplas.

Na semifinal do torneio parisiense, Melo/Dodig encara a parceria dos tchecos Tomas Berdych e Radek Stepanek, que encara a dupla cabeça de chave três formada pelo romeno Horia Tecau e o holandês Jean Julien Rojer.

Esta é a quarta semifinal consecutiva disputada por Marcelo Melo, que venceu os últimos três torneios que disputou - ATP 500 de Tóquio, no Japão, Masters 1000 de Xangai, na China - ambos ao lado do sul-africano Raven Klaasen -, e o ATP 500 de Viena, na Áustria, ao lado do polonês Lukasz Kubot.