Milos Raonic

(Foto: AFP / MARTIN BUREAU)

Tênis News
28/05/2016
11:13
Paris (França)

Ao que tudo indica, o canadense Milos Raonic, nono do ranking da ATP, desconhece o ditado "muito cacique para pouco índio" e incorporará o ex-número um do mundo John McEnroe a sua equipe de treinadores, foi o que relevou o próprio McEnroe.

O norte-americano, que está trabalhando como comentarista pelos canais Eurosport durante Roland Garros fez a revelação da nova parceria durante a partida do canadense: "Quando chegar Wimbledon eu irei trabalhar e ajudar treinando esse cara chamado Milos", declarou e seguiu normalmente realizando seu trabalho como comentarista.

O jogador de 25 anos terá o norte-americano como um conselheiro e manterá, de acordo com informações extra-oficiais, sua equipe como está tendo o experiente italiano Riccardo Piatti como seu treinador diário, o espanhol, também ex-número um do mundo, Carlos Moyá como treinador.

McEnroe trabalhará como diversas lendas do tênis têm feito com outros jogadores que é no trabalho de orientação, de conversas sobre momentos específicos da carreira e não apenas um trabalho técnico-tático. Mesmo caso de Justine Henin com Elina Svitolina.