Marcelo Melo

Marcelo Melo deixará de ser o número um da ATP nas duplas na próxima semana (Foto: André Valle)

Jonas Moura
01/04/2016
07:05
Rio de Janeiro (RJ)

Vinte e duas semanas após entrar para a história e se tornar o primeiro tenista brasileiro número um do mundo desde Gustavo Kuerten, o Guga, Marcelo Melo terá, enfim, de passar o bastão.

Na próxima atualização do ranking da ATP, na segunda-feira, o parceiro do croata Ivan Dodig cairá para a segunda colocação, enquanto o britânico Jamie Murray assumirá a ponta de forma inédita. Nada que desanime o mineiro de Belo Horizonte, ao menos nas palavras.

"Eu não me importava muito em deixar de ser numero 1. Estou sempre preocupado com o nosso jogo, se estamos evoluindo e em como as outras duplas estão" - Marcelo Melo

– O importante é jogar bem, focado no que eu e o Ivan temos de fazer, no que podemos progredir. Eu não me importava muito em deixar de ser numero 1. Estou sempre preocupado com o nosso jogo, se estamos evoluindo e em como as outras duplas estão. O resultado é consequência – disse Melo ao LANCE!.

O tenista ocupava a liderança desde o dia 2 de novembro do ano passado, quando chegou à semifinal do Torneio de Viena (AUT). A queda foi sacramentada no último domingo, com a eliminação de sua dupla na estreia do Masters 1.000 de Miami (EUA) para o filipino Treat Huey e o bielorrusso Max Mirnyi.

Embora Murray, que forma parceria com o brasileiro Bruno Soares, também tenha caído na primeira rodada, ele tinha menos pontos a defender do ano anterior. Em 2015, Melo foi semifinalista ao lado de Soares, e Murray ficou nas oitavas.

Bruno Soares e Jamie Murray disputam nesse sábado a decisão do Aberto da Austrália (Foto: Divulgação)
Jamie Murray (direita) assumirá a ponta do ranking (Foto: Divulgação)

– O Jamie merece de todas as maneiras ser o líder, pelos resultados que vem conseguindo. É difícil o cara chegar lá e não fazer por merecer, como eu mereci. Ele foi finalista do Aberto dos Estados Unidos, ganhou o Aberto da Austrália... Não sei por quanto tempo ficará no topo, mas estou tranquilo – declarou o tenista.

Nos Jogos do Rio, Melo será dupla de Soares, mas por enquanto ambos seguem com os parceiros habituais.

Tenista será embaixador de torneio para jovens

Sem tempo para lamentar a queda no ranking, Marcelo Melo já tem uma nova missão. Ele será embaixador do Rendez-Vous à Roland-Garros, torneio para jovens tenistas brasileiros, que acontece entre 7 e 10 de abril, no Clube de Campo de São Paulo.

Disputado no saibro, o evento é promovido pela Federação Francesa de Tênis, a Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e a Longines. Os campeões irão a Paris na busca por uma vaga na versão juvenil do Grand Slam francês.

– Não tive uma oportunidade como esta, por isso acho importante. Fui ao juvenil de Roland Garros (em 2001) baseado no meu ranking mundial da época, Às vezes, outro tenista de potencial não tem o acesso que tive. Essa parceria vai abranger mais jogadores – opinou o jogador.