Tênis News
20/09/2016
16:37
Londres (Inglaterra)

A uzbeque naturalizada norte-americana Varvara Lepchenko foi inocentada hoje da acusação de violação do código 2.1 do Programa Anti Doping do Tênis por uso de substância ilegal, no caso Meldonium, acusado em exames realizados no inicio do ano.

Lepchenko, informa a Federação Internacional de Tênis (ITF) por meio de comunicado à imprensa, que a tenista acusou ositivo em um exame realizado em 7 de janeiro no WTA de Brisbane e posteriormente em exames realizados em 1º de fevereiro, 1º de março e 7 de abril, a dosagem de meldonium no primeiro exame foi de 12630 ng /ml e a última de 29 ng/ml.

Ao ser comunicada do primeiro resultado, Lepchenko confirmou o uso às autoridades da Agência Mundial Antidoping (WADA) e a ITF, comunicando que fez uso médico de Miltronate, medicamente que contém meldonium, durante fevereiro com última dosagem consumida em 20 de dezembro de 2015.

O meldonium tornou-se proibido a partir de 1º de janeiro de 2016, e após ser suspensa de maneira preventiva em 12 de março, Lepchenko argumentou ao tribunal da ITF que fez o consumo anterior.

Após testes e a análise do tribunal com a queda na dosagem foi constatado a inocência da tenista na acusação de violação do código 2.1, que é o mesmo em que Maria Sharapova foi enquadrada e punida com banimento de 2 anos do tênis profissional.