Svetlana Kuznetsova com o troféu do WTA de Moscou 2016

Foto: Divulgação

Tênis News
22/10/2016
14:33
Moscou (Rússia)

Sete anos depois a russa Svetlana Kuznetsova, nona do ranking da WTA, está de volta à disputa do WTA Finals - torneio que reúne as oito melhores do ano em Cingapura. Sua consolidação no grupo das oito melhores se deu com o bicampeonato em Moscou.

Kuznetsova entrou em quadra disputando a última vaga aberta do WTA Finals contra a britânica Johanna Konta, que já está em Cingapura e por lá permanece como suplente da chave. Além disso, a experiente russa de 31 anos vinha de batalha de mais de duas horas na semifinal contra a ucraniana Elina Svitolina e era a atual campeã do torneio moscovita.

Entretanto, foi uma final tranquila, Kuznetsova precisou de 1h12 para dominar a jovem de 22 anos, natural de Moscou e naturalizada australiana Daria Gravilova, 38ª da WTA, por 6/2 6/1 tendo convertido um ace contra nenhum de Gravilova, que venceu apenas 44% dos pontos jogados em seu primeiro serviço contra 67% de aproveitamento da russa.


Kuznetsova, que fará parte do Grupo Branco que tem como principal favorita a polonesa Agnieszka Radwanska, disputou o Finals cinco vezes entre 2004 e 2009, com exceção de 2005. A russa nunca passou da fase de grupos e acumula 12 derrotas e três vitórias em suas participações. Em 2007 e 2008 Kuznetsova não venceu nenhum jogo.

Além de Radwanska, Kuznetsova terá como adversárias na fase de grupos a espanhola Garbiñe Muguruza e a tcheca Karolina Pliskova.