Angelique Kerber

USTA

Tênis News
10/09/2016
20:09
Nova York (Estados Unidos)

Exatamente 20 anos após sua ídola, Steffi Graf, levantar seu quinto título do US Open, a alemã Angelique Kerber, superou uma batalha dura contra a tcheca Karolina Pliskova, algoz de Serena Williams, e conquistou seu segundo título de Grand Slam na carreira.

A medalhista de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e campeã do Australian Open este ano, precisou virar o terceiro set e fechar a partida com 2h03 de duração com o placar de 6/2 4/6 6/3 tendo convertido um ace contra cinco da tcheca, que cometeu 47 erros não-forçados contra 17 da alemã, que disparou 21 bolas vencedoras diante de 40 de Pliskova.

Kerber tornou-se a primeira mulher desde Martina Hingis em 1997 a vencer o Austraian Open e o US Open em uma mesma temporada. Curiosamente é a primeira canhota em 24 anos a vencer o US Open, a última foi a sérvia Monica Seles em 1992.

A alemã, que vinha da frustrada final no WTA de CIncinnati, onde poderia ter se tornado a número um do mundo e foi barrada por Pliskova, chegou ao topo do ranking com certa ajuda da tcheca que eliminou Serena Williams na semifinal do US Open.

O jogo

Em um inicio de jogo nervoso com as duas tenistas cometendo erros, melhor para alemã que abriu quebrando o saque da rival e fazer 2/0 no placar da partida. O jogo seguiu com as tenistas se estudando, Kerber manteve a tática de sacar aberto no backhand de Pliskova, que tentava superar a defesa da alemã arriscando bolas no contrapé. A partida seguiu e com forehand descalibrado, Pliskova cometeu erros diante da agressividade da alemã e foi quebrada no nono game.

No segundo set, Pliskova voltou mais centrada. Acertando as devoluções com backhand, a tcheca pressionou a alemã e conquistou a quebra de saque no terceiro game. Firme no saque, a tcheca abriu 3/1 no placar, mas vacilou e viu a alemã devolver a quebra de saque no sexto game igualando a parcial. O set seguiu brigado e no sétimo game Pliskova voltou a quebrar o saque da adversária e administrou a vantagem.

No terceiro e último set ainda mais drama, errática Kerber foi quebrada no terceiro game, viu a adversária abrir 3/1, mas nãos e intimidou. Arriscou na devolução, trocou a tática de saque passando a sacar no forehand da tcheca e pressionou até devolver a quebra de saque no sexto game e conquistar nova quebra no décimo game, após três erros de Pliskova.