TÊNIS NEWS
13/02/2017
14:22
Londres (Inglaterra)

A ITF, Federação Internacional de Tênis, afirmou que não irá punir a Associação Americana de Tênis, a USTA, por ter usado o hino da Alemanha nazista na apresentação do duelo entre EUA x Alemanha em Maui, no Havaí.

"A USTA se desculpou e disse que não vai acontecer de novo. Nenhuma sanção será aplicada", disse um comunicado enviado pela entidade.

O hino cantado é anterior ao III Reich de Adolf Hitler, mas foi associado ao regime nazista. Os versos atuais cantam "unidade, justiça e liberdade à pátria alemã". As jogadoras e os torcedores tentaram cantar o hino atual para abafar o intérprete com a versão nazista.

"A USTA pede sinceras desculpas ao time alemão da Fed Cup e a todos os fãs pela execução de um desatualizado hino nacional antes do duelo da Fed Cup. De forma alguma queríamos desrespeitar. Esse erro não vai ocorrer novamente", disse a entidade americana.

As americanas venceram o confronto por 4 a 0 e vão jogar a semifinal da Fed Cup pela primeira vez em sete anos.