Tommy Haas no Morumbi (Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto)

Tommy Haas, quando veio ao Brasil, em visita ao Morumbi (Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto)

TÊNIS NEWS
03/06/2016
13:49
INDIAN WELLS (EUA)

O alemão Tommy Haas, de 38 anos, que chegou a ser o 2º melhor tenista do mundo, em 2002, e atualmente é o 459º colocado da ATP, foi nomeado o novo Diretor Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia. A informação foi divulgada no site oficial do torneio.

A efetivação do tenista no cargo ainda depende de aprovações da ATP e da WTA.

Haas, cuja última partida disputada foi no ATP 500 de Viena, em outubro de 2015, é o substituto de Raymond Moore, que renunciou ao cargo após grande polêmica criada neste ano, quando declarou que, se fosse uma tenista, "se ajoelharia todas as noites e agradeceria a Deus pelo nascimento de Roger Federer e Rafael Nadal", porque elas "se aproveitam do sucesso dos homens. Não tomam nenhuma decisão e são sortudas. Muito sortudas".

As palavras deflagraram um intenso debate sobre igualdade entre gêneros nas premiações e, pouco tempo depois, o proprietário do torneio, o bilionário Larry Ellison, anunciou que Moore renunciara, acrescentando que “compreendia totalmente” a decisão do ex-Diretor.

A notícia parece decretar a aposentadoria de Haas do circuito, apesar de nenhum anúncio oficial ter sido feito, até o momento.

Ele venceu 15 títulos na carreira e alcançou as quartas de final em todos os Grand Slams, atingindo as semis, seu melhor resultado, por três vezes na Áustralia [1999, 2002 e 2007] e uma em Wimbledon [2009]. Dono de uma linda esquerda de uma mão, ele travou lindas batalhas contra o suíço Roger Federer, que costumavam durar horas e horas – em três oportunidades diferentes, eles se digladiaram por cinco sets em Majors.

Entretanto, as lesões sempre atrapalharam bastante a carreira de Tommy. A partir de 2008, notadamente, ele passou mais tempo ausente do que correndo o circuito. Mesmo assim, sempre que retornava, o ex-top 2 fazia grandes jogos e dava bastante trabalho aos melhores do mundo.

“Estou animado por me juntar ao BNP Paribas Open [nome comercial do Evento] como novo Diretor do Torneio e não vejo a hora de trabalhar num dos melhores eventos esportivos do mundo”, afirmou Haas.

“Há uma razão pela qual Indian Wells foi escolhido o melhor Torneio do ano pelos dois circuitos [ATP e WTA] por vários anos consecutivos: o Torneio e seu espaço disponibilizam uma experiência do mais alto nível mundial para jogadores, fãs e patrocinadores. Aguardo ansiosamente para me juntar ao staff, ajudando através dos valores que eles criaram e trabalhando para levar o evento a um patamar ainda mais elevado”, completou.

Birdwell também fez declarações, em comunicado divulgado no site oficial do evento.

À medida que o BNP Paribas Open continua a crescer e evoluir no panorama do tênis atual, vemos uma clara necessidade de um Diretor do Torneio que se envolva com jogadores, patrocinadores e fãs de uma maneira profunda e significativa, e acreditamos que Tommy está numa boa posição para atingir esses objetivos".

"Tommy é bem visto por seus companheiros nos dois circuitos [ATP e WTA] e nós acreditamos que a entrada dele no nosso time de veteranos permitirá que o torneio prospere nos próximos anos".