David Goffin na coletiva da final da Copa Davis. Crédito: Paul Zimmer

David Goffin na coletiva da final da Copa Davis. Crédito: Paul Zimmer

Tênis News
27/11/2015
18:13
Ghent (Bélgica)

O número um da Bélgica e 16 do mundo, David Goffin, conversou com os jornalistas em Ghent após vencer de virada o britânico Kyle Edmund, 100º, no primeiro confronto da grande final do Grupo Mundial da Copa Davis e falou que venceu com 'o coração'.
O belga foi questionado pelo jornalistas sobre como foi que encontrou o caminho da vitória e declarou: "Acredito que ganhei com o coração, e isso em deixa mais motivado sobre o que está por vir".

Goffin resumiu seu sentimento em relação à grande final da Copa Davis e sua virada quase que milagrosa contra Kyle Edmund, que vencia por dois sets a zero.

"Às vezes se ganha com o coração, mesmo jogando mal. Isso te dá mais confiança. Depois de hoje me sinto mais forte para o que venha acontecer no final de semana", disse David Goffin em conversa com os jornalistas.

A coletiva de Goffin foi anterior ao fim da partida entre Ruben Bemelmans e Andy Murray, mas os jornalistas já contavam com a derrota do belga e questionaram se o 16º da ATP estaria pronto para disputar a partida de duplas deste sábado.

"Me sinto bem, se tiver que jogar duplas amanhã. Entretanto, não sabemos se jogarei", dclarou o tenista sabendo que a princípio o jovem Kimmer Coppejans e o experiente Steve Darcis formarão a dupla dona da casa contra os irmãos Jaime e Andy Murray.

"Não foi um jogo fácil. Mas fisicamente, apesar de ter sido longo, me sinto bem e sem problemas", resumiu Goffin.