André Ghem (Foto: Divulgação)

André Ghem (Foto: Divulgação)

TÊNIS NEWS
13/01/2016
12:44
MELBOURNE (AUS)

Não deu para o Brasil no quali do Australian Open. Zé Pereira e André Ghem foram eliminados na primeira rodada do quali para o Grand Slam da Oceania. Pereira perdeu para Tim Smyczek (EUA), enquanto Ghem foi derrotado por Adrian Menendez-Maceiras (ESP).

Smyczek, que no ano passado para Rafael Nadal após uma batalha de cinco sets, dominou a partida, usou a experiência - ele tem 28 anos, contra apenas 24 do pernambucano – para quebrar Zé Pereira três vezes, não ceder nenhum break point e venceu a partida em rápidos 55 minutos.

Mais tarde, na quadra 15, André Ghem, 152º do mundo, lutou por 2 horas e 12 minutos, mas sucumbiu perante o espanhol Adrian Menendez-Maceiras, 158º da ATP, por 6/3, 4/6 e 6/3.
Maceiras, de 30 anos, que no ano passado teve sua melhor temporada na carreira, atingindo o máximo ranking de 111º, teve a vantagem nos break points: em doze oportunidades, concretizou três. Ghem, por sua vez, confirmou apenas uma em quatro. Os números de winners e erros não forçados são curiosos: ao passo que errou mais que o adversário (39 a 28), Ghem teve exatamente o mesmo número de bolas vencedores, 39, enquanto Menendez-Maceiras também teve 28 winners.

As esperanças do Brasil no primeiro Grand Slam do ano, agora, são Thomaz Bellucci e Teliana Pereira, nas simples, e os sempre favoritos Marcelo Melo e Bruno Soares, nas duplas, além do experiente mineiro André Sá, também duplista.