Ferrer (Foto: Ricardo Ramos)

Ferrer (Foto: Ricardo Ramos)

TÊNIS NEWS
27/01/2016
10:07
MELBOURNE (AUS)

David Ferrer foi eliminado do Australian Open pelo britânico Andy Murray. Na coletiva de imprensa, mostrou-se feliz com seu jogo e torneio, em geral, e classificou a perda de concentração num momento do quarto set como a “chave” da derrota.

“Foi uma boa partida, cheia de ralis. Foi dura; no terceiro set, nos primeiros, foi difícil, mas parelho. Ele jogou melhor do que eu, sendo muito agressivo com o backhand. Na quarta parcial, quando empatei o jogo em 2/2, após ele fazer fazer 2/0, perdi um pouco da concentração. Essa foi a chave”, alegou o 8º do mundo, que caiu para Murray, 2º, por 6/3 6/7(5) 6/2 e 6/3.

“De qualquer jeito, eu o fiz merecer, buscar o jogo. Estou feliz com meu jogo, foi um bom torneio”, resignou-se o espanhol.

Perguntado se o fechamento da cobertura da Rod Laver Arena, que transformou a partida em indoor - ou seja, com a bola andando mais, o que prejudica o jogo de Ferrer, que troca muitas bolas – mudou muito as condições do jogo, ele acenou positivamente, mas fez uma ressalva importante. “Sim, mudou um pouco, mas o que posso fazer? As condições são as mesmas para mim e para ele. Não é uma desculpa”.

Por fim, o oitavo melhor tenista do mundo não soube dizer o que o fez perder a concentração no terceiro set. “Não [sei]. É difícil ficar concentrado o tempo todo. Eu corri muito, mas às vezes é impossível estar em perfeitas condições”.