João Souza, o Feijão

João Souza, o Feijão (Crédito: André Valle)

TÊNIS NEWS
24/08/2016
14:22
NOVA IORQUE (EUA)

O brasileiro João Olavo Souza, o Feijão, 119º da ATP, estreou com o pé direito no qualifying do US Open 2016, em que é o 12º favorito. Na tarde desta quarta-feira, ele venceu o australiano Andre Whittington, 182º colocado, e está na segunda rodada.

O tenista, natural de Mogi das Cruzes, vem de dois títulos seguidos, nos challengers de Cortina e Fano, ambos na Itália, e conseguiu, hoje, o 11º triunfo consecutivo. Agora, faltam dois jogos para ele chegar à chave principal. Na próxima fase, João enfrenta o alemão Matthias Bachinger, 514º, que chegou a 85ª colocação em 2011.

Este foi o segundo resultado positivo do Brasil no quali masculino. Ontem, Guilherme Clezar venceu Facundo Arguello, da Argentina, e também avançou. Thiago Monteiro, por outro lado, caiu para o alemão Daniel Brands, em uma duríssima batalha que só terminou no tiebreak do terceiro set. Entre as mulheres, Bia Maia foi derrotada ontem pela japonesa Shuko Ayoma. Hoje, Paula Gonçalves estreia contra a australiana Arina Rodionova.

O JOGO
O primeiro set foi relativamente tranquilo. Souza conseguiu a quebra no 2/2 e manteve seu serviço sem sustos até o game derradeiro, quando, sacando em 5/4, se viu frente a um 15/40. No entanto, o paulista salvou ambas as chances e fechou a parcial, que durou 45 minutos, no terceiro set point.

A segunda parcial foi bem mais difícil. Apesar de chegar ao break point logo no início, Feijão foi a muitas igualdades em seus games de serviço e precisou salvar chances de quebra. Mas, confiante, o atleta radicado no Rio de Janeiro se manteve firme e chegou ao duplo break point no 3/3. Depois disso, ele sobreviveu a mais um game duro e sacou bem no último game para confirmar seu serviço de 0 e a boa vitória no pontapé inicial do Grand Slam americano.