João Souza, o Feijão

João Souza, o Feijão. Crédito: André Valle

TÊNIS NEWS
02/04/2016
18:09
León (México)

Depois de um ano e meio, João Olavo Souza, o Feijão, 239 do mundo, está de volta à uma final de um torneio do circuito. O tenista que ocupava o 69º lugar até pouco mais de um ano se garantiu na decisão de León, no México.

Em duelo brasileiro, o tenista da Acioly Tennis Team, do Rio de Janeiro, derrotou Caio Zampieri, 356º, por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (7/3) 6/4 após pouco mais de duas horas.

Apesar do placar em dois sets, Feijão se viu acuado no serviço o tempo todo, mas mostrou força mental para se safar. Salvou seis break-points na primeira etapa levando a melhor no tie-break, foi quebrado e viu Zampieri abrir 4/1 no segundo set. Conseguiu cinco games seguidos para fechar com drama no último game. Perdeu dois match-points, mas salvou cinco chances de quebra do tenista de Mogi Guaçu.

Sua última decisão havia sido em outubro de 2014 quando foi vice em San Juan, na Argentina. Ele busca a primeira conquista desde o caneco no Aberto de São Paulo na primeira semana de 2013, sua única conquista no piso duro.

Ele tentará seu oitavo título de challenger na carreira.

Seu rival na final deste domingo sai do jogo entre o alemão Michael Berrer, sexto favorito e 118º, e o americano Daniel Nguyen, 253º.

Com a campanha ele vai somando 60 pontos e vai ficar em torno dos 186 melhores do mundo. Caso conquiste o troféu colaria no top 170.