icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
24/08/2015
22:46

O tenista número dois do Brasil e 89º do mundo, voltou a engatar uma sequência de derrotas. Nesta segunda-feira, perdeu a sexta consecutiva em uma partida que teve interrupção de duas horas em virtude da chuva em Winston Salem (EUA), para o tunisiano Malek Jaziri.

Jaziri, 88º do mundo, precisou de 1h20 de bola rolando para fechar o placar em 6-3 e 6-4 tendo convertido cinco aces contra três do brasileiro, que venceu 62% dos pontos jogados em seu primeiro serviço contra 71% do tunisiano.

A partida começou muito disputada, mas Feijão viu a partida ser interrompida com 1-1 e 40-40 no saque do adversário ainda no primeiro set. Mais de 2h após a interrupção em virtude da chuva, o duelo foi retomado com Jaziri cheio de gás. Firme na devolução, o tunisiano conquistou a quebra de saque no sexto game da primeira parcial e administrou o placar.

Na segunda etapa, Feijão entrou com ar de que reagiria, confirmou rapidamente e de zero, mas vacilou no terceiro game e foi quebrado. Na sequência, o paulista de Mogi das Cruzes pressionou na devolução e devolveu a quebra de saque, mas não segurou e voltou a ter seu serviço quebrado no quinto game e viu Jaziri trabalhar para manter-se firme na partida e em vantagem. No nono game, Feijão precisou converter ace para salvar match-point, mas não conseguiu pressionar o rival, que sacou e fechou o jogo.

A última vitória do brasileiro aconteceu pelo challenger de Braunchweig, na Alemanha, quando na estreia superou o argentino Horacio Zeballos, na primeira semana de julho. Agora, o brasileiro acumula seis derrotas seguidas.

Na próxima rodada, Malek Jaziri enfrentará o sérvio Viktor Troicki, quarto favorito, que estreia de bye na chave da competição

O tenista número dois do Brasil e 89º do mundo, voltou a engatar uma sequência de derrotas. Nesta segunda-feira, perdeu a sexta consecutiva em uma partida que teve interrupção de duas horas em virtude da chuva em Winston Salem (EUA), para o tunisiano Malek Jaziri.

Jaziri, 88º do mundo, precisou de 1h20 de bola rolando para fechar o placar em 6-3 e 6-4 tendo convertido cinco aces contra três do brasileiro, que venceu 62% dos pontos jogados em seu primeiro serviço contra 71% do tunisiano.

A partida começou muito disputada, mas Feijão viu a partida ser interrompida com 1-1 e 40-40 no saque do adversário ainda no primeiro set. Mais de 2h após a interrupção em virtude da chuva, o duelo foi retomado com Jaziri cheio de gás. Firme na devolução, o tunisiano conquistou a quebra de saque no sexto game da primeira parcial e administrou o placar.

Na segunda etapa, Feijão entrou com ar de que reagiria, confirmou rapidamente e de zero, mas vacilou no terceiro game e foi quebrado. Na sequência, o paulista de Mogi das Cruzes pressionou na devolução e devolveu a quebra de saque, mas não segurou e voltou a ter seu serviço quebrado no quinto game e viu Jaziri trabalhar para manter-se firme na partida e em vantagem. No nono game, Feijão precisou converter ace para salvar match-point, mas não conseguiu pressionar o rival, que sacou e fechou o jogo.

A última vitória do brasileiro aconteceu pelo challenger de Braunchweig, na Alemanha, quando na estreia superou o argentino Horacio Zeballos, na primeira semana de julho. Agora, o brasileiro acumula seis derrotas seguidas.

Na próxima rodada, Malek Jaziri enfrentará o sérvio Viktor Troicki, quarto favorito, que estreia de bye na chave da competição