Roger Federer

Roger Federer no Australian Open (Crédito: Tennis Australia)

TÊNIS NEWS
24/01/2016
11:40
MELBOURNE (AUS)

Roger Federer passeou na Rod Laver Arena. Não por que David Goffin, 16º da ATP, jogou mal, mas por que o campeão de dezessete Grand Slams promoveu mais uma de suas grandes atuações na carreira. Ele fechou por 6/2 6/1 e 6/4, em apenas 1h28min.

O jogo começou com o suíço indo para cima. Dominando com a direita e subindo à rede, o suíço pressionava constantemente Goffin. No segundo game de saque do belga, ele cometeu três erros não forçados e deu a vantagem de 3/1 para Federer, que jogava demais e quebrou novamente o belga, no último game, para fazer 6/2, em apenas vinte e um minutos.

Na segunda parcial, Federer continuou avassalador. Novamente no quarto game, ele quebrou o saque de Goffin. No sexto, um duro game em que Goffin lutou e jogou muito bem, vários winners e mais uma quebra. Em seguida, fechou em 6/1 e marcou 2x0, tudo isso em somente 50 minutos.

No terceiro set, a mesma tônica. Federer jogando muito, indo pra cima, e Goffin fazendo o que podia. Pressionado, Goffin errou logo no primeiro game e perdeu o saque. No quarto game, mais uma vez, Federer quebrou de novo. Distribuindo winners para todos os lados – a essa altura já eram trinta – o suíço abriu 4/1 e se aproximou da vitória. O belga ainda tentou: sem pressão, soltou-se totalmente, quebrou o saque do suíço no game seguinte e conseguiu confirmar dois serviços, jogando muito bem. Mas a vitória era mesmo de Federer. O ex número um e atual terceiro do mundo sacou e jogou muito bem, fechando por 6/4 e avançando às quartas de final.

Agora, ele enfrenta Tomas Berdych, 6º do mundo, que despachou Roberto Bautista Agut, da Espanha, em um duro jogo de cinco sets, por uma vaga na semifinal do Grand Slam australiano.