Roger Federer - Indian Wells

CLIVE BRUNSKILL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

TÊNIS NEWS
30/03/2017
19:07
Miami (EUA)

O suíço Roger Federer venceu sua 17ª partida em 2017 ao superar o tcheco Tomas Berdych em partida válida pelas quartas de final do Masters 1000 de Miami, com parciais de 6/2 3/6 7/6(6).

Esta foi a 9ª vitória consecutiva de Federer, que tem até o momento 17 vitórias e uma derrota em 2017, com dois títulos conquistados. Primeiro semifinalista do torneio, Federer agora aguarda o vencedor do duelo entre Nick Kyrgios e Alexander Zverev. Federer possui retrospecto de uma vitória e uma derrota diante do australiano, sendo sua vitória por W.O. em Indian Wells; já contra Zverev o suíço possui também uma vitória e uma derrota.

Esta é a sexta semifinal do suíço em Miami, a primeira desde 2011, onde conquistou dois títulos em sua carreira, um deles contra seu atual treinador Ivan Ljubicic, em 2006, em uma partida com três tie-breaks.

Federer começou dominando amplamente a partida, sem dar chances ao tcheco e saiu com a quebra já no primeiro game. Berdych chegou a ter um break-point no game seguinte, mas o suíço fechou a porta e ampliou sua vantagem. Federer apenas administrou a vantagem até ter nova quebra no sétimo game e sacar em seguida para fechar a primeira parcial em 6/2.

O segundo set começou mais equilibrado, com o tcheco tendo uma chance de quebra no segundo game, sem aproveitar. A parcial seguiu muito equilibrada à medida que os dois tenistas encontraram seu melhor serviço. O ponto alto do set veio no oitavo game, quando tcheco jogou muito, encontrou ótimas devoluções, convertendo a quebra e sacando em seguida para fechar o set em 6/3.

Com um set para cada lado, o jogo chegou ao seu ápice. Federer teve dois break points no quarto game, ambos salvos pelo tcheco, mas acabou por converter a quebra no sexto game da parcial, abrindo 4/2. O suíço sacou para fechar o jogo em 5/4 e acabou sendo quebrado de zero, fato que eventualmente levou à definição no tie-break. Na parcial de desempate Berdych levou a melhor, abrindo 5-4 com dois serviços. Federer conquistou um mini-break e em seguida jogou a responsabilidade para o tcheco, que cometeu uma dupla falta sacando em 6-7 e acabou perdendo o tie-break e, consequentemente, a partida.

Nos dados finais da partida, ambos os tenistas marcaram 37 winners, mas o tcheco acabou errando mais, 37 contra apenas 27 erros não forçados de Federer.