Roger Federer

Roger Federer (Crédito: André Valle)

TÊNIS NEWS
14/04/2016
16:40
MONTE CARLO (MON)

Depois de vencer sua segunda partida no Masters 1000 de Monte Carlo, desta vez contra o perigoso Roberto Bautista Agut, da Espanha, 17º do ranking, o número 3 do Mundo, Roger Federer, considerou a atuação pior do que a anterior, mas, mesmo assim, muito boa. Ele ainda rechaçou pensamentos sobre título, alegando ser muito cedo.

“Foi boa [a partida], mas senti-me um pouco pior que em minha primeira exibição. [Hoje]Estava um pouco mole em quadra, mas depois fui me sentindo cada vez melhor, conforme o jogo foi se desenrolando. Quando consegui a quebra, pude relaxar. Comecei a entender como jogar contra Bautista Agut, já que foi a primeira vez que nos enfrentamos no saibro. Mas definitivamente foi uma partida muito boa, tive margem e pude obter o break mais rapidamente no segundo set. Então, estou satisfeito”, afirmou Federer, comparando a atuação de hoje à vitória de terça sobre o também espanhol Guillermo Garcia Lopez.

O suíço, entretando, recusa-se a comentar sobre um inédito caneco no principado.“Seria um erro olhar mais para frente. Jogo cada partida mais confiante. Em Masters 1000, você deve começar a sonhar ou pensar no título a partir das semifinais. Antes disso, pensa-se apenas em passar pelo próximo jogo”.

Depois disso, quem sabe, Roger Federer pode chegar à quinta final deste torneio e, finalmente, sair campeão do evento monegasco – a lenda suíça foi vice em 2006, 2007, 2008 e 2014, tendo perdido as três primeiras para Rafael Nadal e a última, há dois anos, para o compatriota Stan Wawrinka.